Quarenta e cinco minutos do primeiro tempo: 3 a 0 no placar e pênalti para o Brasil. Quem não sonhou com o troco (guardadas as devidas proporções) do 7 a 1 sobre a Alemanha? Mas Matheus Cunha perdeu o pênalti – e mais um caminhão de gols – a Alemanha diminuiu no segundo tempo, chegou a deixar o jogo 3 a 2 mesmo com um jogador a menos e fez a ilusão do 7 a 1 virar medo de um empate até o gol de Paulinho já nos acréscimos. A frustração por não ter devolvido a goleada sofrida na semifinal da Copa de 2014 talvez não nos tenha feito atentar para a grande atuação (principalmente no primeiro tempo) da seleção brasileira masculina diante de um fortíssimo adversário.

+ Olimpíada de Tóquio-2021: veja o calendário com datas e horários dos eventos e marque na agenda!

Deu ruim no sorteio do tênis

Se no futebol, tanto no masculino quanto no feminino, dá para sonhar com medalha, no tênis tudo ficou mais difícil antes mesmo de começar. Primeiro foi a apendicite do Bruno Soares. Agora, o sorteio das chaves. Marcelo Melo e seu novo parceiro, Marcelo Demoliner enfrentarão, logo na primeira rodada os principais favoritos ao ouro, Mate Pavic e Nikola Mektic. E o torneio de tênis é eliminatório. Thiago Monteiro, se passar pela primeira rodada, deverá cruzar só com Novak Djokovic no segundo confronto. João Menezes encara o croata Marin Cilic, e a dupla feminina, Luisa Stefani e Laura Pigossi enfrentam as canadenses Sharon Fichman e Gabriela Dabrowski, cabeças de chave número 6 do torneio.

E não é que teve emoção no softbol?

A segunda chance ao softbol, na madrugada de quarta para quinta-feira, não começou bem. Um 1 a 0 sonolento dos Estados Unidos sobre o Canadá, que não acertou nenhuma rebatida durante a partida. Mas no segundo jogo da programação, teve emoção. O México arrancou um empate em 2 a 2 com o Japão no último inning e levou o jogo para a “prorrogação”, quando as japonesas fizeram valer seu favoritismo. Itália e Austrália, que jogaram às 3h da manhã, não contaram com a minha audiência. O jogo foi 1 a 0 para as australianas.

Mas o mais legal de minha programação olímpica na noite passada foi quando convidei minha filha de seis anos para acompanhar comigo. "Laís, vamos assistir às Olimpíadas?" "Vamos, pai, qual jogo?" "Softbol, filha". "Ah não pai, 'só fut bol''? Você falou que olimpíada era um monte de esportes diferentes. Futebol tem todo dia".

Já é dia de abertura das Olimpíadas no Japão

Este texto está sendo publicado por volta das 13h30 de quinta-feira, ou seja, 1h30 da manhã de sexta-feira no Japão. O que quer dizer que já é o dia da abertura oficial do Jogos Olímpicos em Tóquio. E, além da expectativa sobre a cerimônia de abertura, marcada para as 8h30 da manhã de sexta (no horário de Brasília), outra boa notícia é que mais modalidades, além de futebol e softbol, iniciarão suas competições. Nesta noite, temos remo a partir das 20h30 e tiro com arco a partir das 21h. Há participação brasileira nas duas modalidades: Ane Marcelle, no tiro com arco e Lucas Verthein Ferreira no Skiff individual no remo.

Na madrugada, seguimos com tiro com arco e com mais brasileiros: a equipe mista e o individual masculino com Marcus Vinícius D'Almeida.

+ Siga o quadro de medalhas da Olimpíada de Tóquio 2021 em tempo real!

Esta é a última madrugada de “aquecimento” olímpico. A partir da noite de sexta-feira, a programação é insana, com diversas modalidades acontecendo ao mesmo tempo, as primeiras medalhas sendo distribuídas e vários brasileiros em ação.

Por isso, já aumentei o kit de sobrevivência para a noite: café (como poderia ter esquecido?), calças de moletom e cobertores (porque tá muito frio) e fones de ouvido sem fio para não acordar o resto da casa, embora não tenha adiantado muito quando comemorei o gol da Marta.

O que assistir nesta madrugada:

20h30 – Remo – classificatórias Skiff simples masculino com Lucas Verthein Ferreira
21h – Tiro com arco – ranqueamento individual feminino com Ane Marcelle
22h30 – Remo – classificatória skiff duplo masculino e feminio
1h – Tiro com arco – ranqueamento individual masculino com Lucas Verthein Ferreira
1h - Tiro com arco – ranqueamento equipes mistas

Participe da conversa!
0