O técnico Omar Feitosa se emocionou em coletiva na tarde desta quinta-feira (26) ao falar sobre a torcida do Paraná e a relação com a Vila Capanema. O Tricolor encara o Santo André, sábado (28), às 15h, pela 7ª rodada da Série D, no histórico estádio.

No mesmo dia, às 16h, Liverpool e Real Madrid definem o título da Liga dos Campeões, do outro lado do Atlântico, em Paris. Feitosa traçou um paralelo entre as duas partidas, sob o ponto de vista do torcedor tricolor.

+ Confira a tabela da Série D do Brasileirão

"O torcedor do Paraná... Tem Champions no sábado. Só que a Champions para o torcedor paranista que gosta de futebol é virtual. E o jogo do Paraná é de verdade. O torcedor que vem aqui vai participar da vida de verdade", iniciou o técnico.

Na sequência, Feitosa relembrou a história de um primo paranista que morreu e se emocionou. "Eu entro aqui e vejo meu primo do outro lado da arquibancada, era paranista roxo".

"O que eu quero dizer é assim: venham viver de verdade porque a Vila Capanema vai acabar. Ou alguém vai comprar o futebol do Paraná e fazer disso uma arena, e essa história aqui vai acabar, ou alguém vai comprar isso e fazer um empreendimento para ganhar dinheiro. A Vila Capanema vai acabar, não vai ter volta", continuou.

O Paraná corre o risco de perder a posse da Vila Capanema após longa batalha na Justiça, ou ter de pagar aluguel para permanecer na praça esportiva.

"Mas as histórias que estão sendo construídas aqui, devem ficar. O torcedor que pode, que tem dinheiro e pode vir, tem que vir para viver este momento", prosseguiu Feitosa, antes de enaltecer uma vez mais o tradicional estádio.

"Aqui é um campo dos sonhos, não importa se é quarta divisão. Quando você olha para o relógio do outro lado, é histórico. A história do Colorado e do Pinheiros, é maravilhosa. E, com todo respeito, ficar vendo a Champions virtualmente, jogadores bilionários, para eles é só mais uma Champions. Vem trazer teu filho, teu neto, tua esposa aqui para viver a vida de verdade", encerrou.

Participe da conversa!
0