Com um homem a mais durante a maior parte do jogo de reestreia na segunda divisão do campeonato brasileiro, o Botafogo nem assim venceu. Foi a noite de sexta-feira (28), deixando o até então preocupado torcedor à beira do desespero.

Pior, o Vila Nova abriu o placar jogando com dez. Adiante aconteceu o empate e o jogo terminou 1 a 1, em mais um exemplo da fragilidade alvinegra. Como se não soubéssemos após o pífio desempenho no campeonato carioca, quando o time sequer flertou com a classificação.

Vasco choca sua torcida

Vasco sucumbiu diante do Operário. Foto: Estadão Conteúdo
Vasco sucumbiu diante do Operário. Foto: Estadão Conteúdo| ESTADÃO CONTEÚDO

Vitorioso contra os botafoguenses uma semana antes na disputa da Taça Rio, na verdade um duelo pelo quinto lugar no Estadual, o Vasco fez pior. Caiu diante do Operário, que foi muito superior em São Januário. Os 2 a 0 traduziram bem a partida.

A participação vascaína no campeonato do Rio de Janeiro teve apenas um grande momento, a surpreendente vitória sobre o Flamengo, mas ainda assim havia expectativa. Por que o clube contratou, se mexeu e era a estreia nesta que é a quarta passagem do Vasco pela Série B.

A derrota em fraca atuação fez ainda mais constrangedora a disputa de pênaltis pela Taça Rio, no sábado anterior, contra o Botafogo. Os dois começaram a Série B com jeito de quem lá quer ficar.

Coxa vence sem ser testado

Coxa venceu o Avaí na estreia. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/UmDois
Coxa venceu o Avaí na estreia. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/UmDois

Se o Operário surpreendeu o Vasco, o Coritiba fez o que se esperava, venceu o Avaí por 2 a 0, aproveitando o fato de o campeão catarinense ter utilizado somente dois titulares. Perder pontos nessas circunstâncias seria desastroso para o Coxa, depois de ficar fora da fase final do campeonato paranaense.

O Avaí, que ainda vive o clima de comemoração pelo título do Campeonato Estadual, priorizou o próximo confronto, contra o Athletico, pela terceira fase da Copa do Brasil, na quinta-feira. Com isso, foi a campo muito desfalcado. Apesar dos três importantes pontos, não foi o jogo que levará o Coritiba a grandes conclusões, pela fragilidade do oponente.

Cruzeiro segue seu martírio

Confiança bateu o Cruzeiro. Foto: Divulgação/Confiança
Confiança bateu o Cruzeiro. Foto: Divulgação/Confiança

Repetente, o Cruzeiro iniciou sua segunda temporada consecutiva na segunda divisão… perdendo. Os 3 a 1 impostos pelo Confiança foram construídos numa partida na qual a equipe mineira finalizou certo uma só vez.

Adriano e o goleiro Fábio foram expulsos em curto espaço de tempo, respectivamente aos 40 e aos 42 minutos do primeiro tempo; por cartões amarelos seguidos, que avermelharam. Claro que isso foi fundamental na derrota Celeste.

Mas de qualquer forma, um começo desalentador. É mais uma que parece querer ficar.

UmDois e Mauro Cezar vão sortear sete camisas de equipes das Séries A e B do Brasileirão? Quer concorrer? Clique e saiba como ou assista ao vídeo abaixo!

Participe da conversa!
0