O volante Lucho González encerrou a carreira como jogador nesta quinta-feira (27), vestindo a camisa do Athletico, clube que defendeu durante quase cinco anos.

Com a Arena da Baixada vazia, "El Comandante" começou a partida contra o Aucas como titular e foi substituído aos três minutos de jogo, como homenagem ao número de sua camisa. Aplaudido por todos em campo, ele passou a braçadeira de capitão para Santos e deu lugar a Christian.

O Furacão goleou o time equatoriano por 4 a 0, carimbou a vaga para as oitavas de final como líder do Grupo D, com 15 pontos. Autores dos gols, Christian, Abner, Vitinho e Carlos Eduardo dedicaram os gols para Lucho.

Relembre 10 grandes momentos de Lucho González no Athletico

No total, foram 164 jogos, dez gols, seis assistências e quatro títulos com o Furacão.

“Quando cheguei ao clube, muito se falava que eu não daria certo aqui no Brasil àquela altura da minha carreira. Mas então o que era para ser inicialmente um ano e meio de contrato se tornou em uma relação de confiança que se fortaleceu em seis temporadas. Nunca deixei de acreditar no clube, no meu trabalho. E aqui, pude ter contato com profissionais que me ajudaram muito a desenvolver meu futebol”, disse ao site oficial.

Aos 40 anos, ele se despediu do futebol com 29 títulos no currículo, ocupando o posto de segundo argentino com mais troféus na história. Ele só fica atrás de Messi, que tem 37.

Página virada: Lucho projeta carreira como técnico do Athletico

Lucho saiu aplaudido de campo e deu lugar a Christian em seu último jogo
Lucho saiu aplaudido de campo e deu lugar a Christian em seu último jogo| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois Esportes

Veja o álbum de fotos em nossa página no Facebook com imagens da despedida de Lucho!

Dia de homenagens

Durante todo o dia, o Athletico publicou a hashtag #LuchoDay nas redes sociais e também mudou a foto de perfil para um desenho do volante. Veja abaixo:

“A verdade é que sempre fui muito feliz aqui no Athletico Paranaense. Vestir a camisa do clube sempre foi algo muito especial pra mim”, disse o argentino.

O Porto, Olympique de Marselha e River Plate também homenagearam o jogador. Confira:

#LuchoDay

Líder e com trajetória vitoriosa, Lucho começou no Huracán, e também defendeu clubes como River Plate, Porto, Olympique de Marselha e Al-Rayyan.

No Athletico, o argentino conquistou a Sul-Americana (2018), a Copa Levain (2019), a Copa do Brasil (2019) e o Paranaense (2020).

Veja os 29 títulos de Lucho:

  • Huracán: Nacional B de 2000
  • River Plate: Clausura (2003 e 2004), Libertadores de 2015 e Copa Suruga de 2015
  • Seleção: Pré-Olímpico 2004 e Jogos Olímpicos de 2004
  • Porto: Liga Portuguesa (2006, 2007, 2008, 2009, 2012 e 2013), Copa de Portugal (2006 e 2009) e Supercopa de Portugal (2006, 2012 e 2013)
  • Olympique de Marselha: Ligue 1 de 2010, Copa da Liga (2010, 2011 e 2012) e Supercopa da França (2010 e 2011)
  • Al-Rayyan: segunda divisão de Qatar de 2015
  • Athletico: Sul-Americana de 2018, J. League/Conmebol 2019, Copa do Brasil 2019 e Campeonato Paranaense de 2020

Especial Lucho González:

* Lucho faz 40 anos. A carreira vitoriosa do Comandante
* Parceiro de taças, Tiago Nunes brinca sobre Lucho técnico: “Vai ganhar cabelos brancos”; assista!
* Por que eles amam Lucho González; o presidente, os parceiros, o técnico, o irmão e o fã

Participe da conversa!
0