O Athletico foi forçado a fazer uma substituição precoce na partida contra o São Paulo, na noite desta quarta-feira (24), pela 34ª rodada do Brasileirão.

O atacante Renato Kayzer sofreu uma entrada dura do lateral-esquerdo Reinaldo e, machucado, precisou sair de campo.

O lance ocorreu logo aos 13 minutos do primeiro tempo no Morumbi. O jogador do Furacão saiu de campo para ser atendido pelos médicos do clube mas, pouco depois, sem condições de jogo, saiu de campo aos 24, quando deu lugar a Pedro Rocha no ataque.

O árbitro Leandro Pedro Vuaden aplicou cartão amarelo ao jogador do São Paulo. O VAR não foi acionado.

+ Valentim critica arbitragem em lance de Kayzer: "Era para expulsão"

Após a substituição, a TV Globo mostrou Kayzer chorando no banco de reservas, sentindo o tornozelo.

Durante o intervalo do jogo, o comentarista e ex-árbitro Sálvio Spínola disse que concordou com a decisão de Vuaden pelo amarelo.

"Esse é um lance que amarelo é pouco, e vermelho é muito, pelo momento do jogo, e o Reinaldo querendo disputar a bola, por isso eu considero o amarelo correto naquele momento. O árbitro não vai punir pelo resultado, que foi a saída do Kayzer, mas pela ação do Reinaldo", falou.

Também no intervalo, o atacante do Athletico comentou sobre o lance com Reinaldo.

"Vou falar o quê? Todo mundo viu. Quebrou a minha caneleira, quase quebrou a minha perna. O meu tornozelo está imenso. Se falar do cara, tomarei gancho, então é ficar quieto e aguentar", disse Kayzer à TV Globo.

Veja o lance:

Depois da partida, Kayzer fez uma publicação (veja abaixo) em seu perfil no Instagram, onde mostrou o inchaço de seu tornozelo após a entrada dura. Ele deixou o Morumbi de muletas.

"Vamos passar por mais essa, Jesus. O que você me viu e me guardou passando não vai ser nada isso. Confio nos seus planos".

Participe da conversa!
0