O técnico Alberto Valentim criticou a arbitragem de Leandro Pedro Vuaden na condução do lance envolvendo o atacante Renato Kayzer, do Athletico, no empate com o São Paulo, em 0 a 0, pelo Brasileirão.

"Ficou escancarado para todo mundo que era uma jogada para expulsão. Depois vocês vão ver imagens do tamanho que está o tornozelo. Ela pega na tíbia e vai até o tornozelo, fazendo com que tenha essa torção. Era para expulsão e ponto final. O VAR existe e é para isso. Para, em uma interpretação errada do árbitro que deu amarelo, o VAR corrigir esses lances que passam despercebidos pela arbitragem", disse em entrevista coletiva após o jogo no Morumbi.

Valentim disse que, caso Reinaldo tivesse sido expulso, poderia mudar os rumos da partida.

"Primeiro temos que ver a gravidade da lesão, já nos preocupa, o jogador saiu de muletas do gramado. E a outra é que, fazendo uma leitura rápida, seria um jogador a menos contra o São Paulo no primeiro tempo e a história seria outra também", completou

O técnico do Athletico ainda lembrou que Reinaldo foi substituído por Rogério Ceni no intervalo.

"O VAR ele só existe para isso, para corrigir erros que são cometidos com uma interpretação errada. Eu não sei como só eles não viram que era uma falta para expulsão. O Rogério (Ceni) nem volta com o Reinaldo, provavelmente tamanha preocupação de ser expulso. Peguem um jogo que o Reinaldo saiu no intervalo. Ele é um jogador que ataca muito, bolas paradas muito boas, importantíssimo na fase ofensiva do São Paulo. Queria entender o porquê o Reinaldo não voltou para o segundo tempo. Porque ficou escancarado para todo mundo e com certeza para o São Paulo que era uma entrada para expulsão, não era para cartão amarelo, e sim vermelho".

O zagueiro Pedro Henrique também considerou que o lateral do Tricolor deveria ter sido expulso.

"O sentimento é de raiva. Não foi intencional, a gente sabe. Mas sem dúvida nenhuma pegou. É um lance para cartão vermelho, expulsão. A gente lembra contra o Corinthians, na Arena, que teve um lance assim com o Thiago e ele foi expulso", disse o jogador, que completou 100 jogos pelo Furacão.

O próximo compromisso do Athletico é no domingo (28), contra o Corinthians, às 16h, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Participe da conversa!
0