Uma das principais revelações do Paraná na década de 2000, o meio-campo Thiago Neves voltou ao Tricolor na última semana para visitar a nova diretoria do clube, na Sede da Kennedy.

Em entrevista ao canal oficial do Paraná no YouTube, o jogador de 36 anos explicou a saída conturbada do Tricolor em 2007 e ressaltou a sua vontade em encerrar a sua carreira no clube.

A maior dívida da história do Paraná

O nome do meio-campo Thiago Neves está envolvido na maior dívida da história do clube. Para muitos torcedores, o meia foi o responsável por isso. Mas, o jogador não entrou com uma ação na Justiça contra o clube e acabou sendo uma das vítimas do caso.

Na ocasião, Thiago Neves foi negociado com o Fluminense. Porém, o caso foi parar na Justiça. A empresa que gerenciava a carreira do atleta moveu uma ação contra o Tricolor, que foi quitada somente em 2017 no valor de R$ 40 milhões.

"Foi uma época complicada. Fui enganado. Só falam do Thiago Neves porque era o meu nome que estava envolvido. Na época, o empresário usou isso para manchar o meu nome. Eu não tive nada a ver. Nunca ganhei um real do Paraná. Nunca processei e nunca vou fazer isso", disse o meia.

O atleta ainda ressaltou que ajudou o clube nesta temporada com recursos e sendo sócio-torcedor do Tricolor.

Thiago Neves e a relação com o Tricolor

Revelado pelo Paraná, o meio-campo Thiago Neves está sem clube, após 46 jogos pelo Sport. Campeão paranaense, carioca, mineiro, gaúcho, brasileiro, da Copa do Brasil, além de ter faturado outros títulos nacionais e internacionais, o jogador não descarta um retorno ao seu clube de origem.

"Seria um sonho encerrar a carreira no clube que eu amo, seria espetacular. Não depende só de mim, mas seria a realização de um sonho para mim, meu avô e toda a minha família", concluiu o atleta.

Veja a entrevista com Thiago Neves

Participe da conversa!
0