O presidente interino do Paraná, Sérgio Moletta, falou novamente sobre o momento financeiro do clube. Em entrevista ao canal da TV Voz da Vila, feito por torcedores, Moletta relatou que os cortes e negociações feitos pelo Tricolor nos últimos dias, principalmente com atletas, podem ter evitado mais de R$ 3 milhões em dívidas futuras.

"Nossas verbas, elas despencaram. Nós vamos precisar de verbas para sustentar um time competitivo. Tivemos que nos adequar a orçamento. Os salários que estavam fora da nossa realidade, nós conseguimos e estamos fechando os últimos. Conseguimos evitar futuros passíveis ao clube. Nós estimamos que conseguimos evitar mais de R$ 3 milhões em futuros passíveis", relata Moletta.

"As pendências existem e não são pequenas. E estamos procurando negociar, como negociamos esses atletas de folha salarial, até de Série A", completa o mandatário.

O Tricolor terá suas receitas ainda mais afetadas com a falta de receitas de TV após a queda à Série C. A queda na arrecadação de bilheteria, com a pandemia da Covid-19, também deve ser quase zero em 2021. Além disso, a falta de visibilidade na competição pode ser um empecilho para grandes patrocínios. Ou seja, o clube novamente terá que recorrer à parcerias. E o presidente deixou claro, mais uma vez, que o Paraná está aberto para receber investidores.

"Nós estamos trabalhando, temos um plano de comercialização dos espaços no uniforme e dentro do estádio. E, além disso, nós estamos abertos aos investimentos. Já nos reunimos com vários grupos interessados, mas lamentavelmente há muito especulação. E, de concreto, ainda não se bateu o martelo. Mas o clube já tem aprovada a terceirização. Se alguém vier com um investimento considerável, já temos um caminho aberto para dar sequência", declarou.

De 2014 a 2017, o Paraná teve em Carlos Werner um grande investidor. Posteriormente, ele venceu na Justiça a posse do CT Ninho da Gralha, já que ficou determinado que o clube devia R$ 28 milhões ao empresário. Werner, no entanto, já disse ao UmDois Esportes que descarta investir no Tricolor.

Os desafios do presidente interino, ao lado de sua diretoria, agora, são buscar novas fontes financeiras para o clube, que terá uma temporada bastante desafiadora pela frente.

Participe da conversa!
0