Seis vezes eleita a melhor jogadora do mundo, a atacante Marta disse que não há culpados pela eliminação da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O time caiu nesta sexta-feira (30), nos pênaltis, diante do Canadá.

A Rainha, aliás, pediu que qualquer tipo de responsabilidade seja colocada sob seus ombros – em uma clara defesa de suas companheiras, principalmente as mais jovens.

+ Siga o quadro de medalhas da Olimpíada de Tóquio 2021 em tempo real!

"Peço que as pessoas não apontem o dedo para ninguém. Se tiver que apontar, pode apontar pra mim, que já estou acostumada. A nova geração que está vindo não pode pagar por uma desclassificação numa Olimpíada. A gente tem que valorizar cada vez mais e para parar de cobrar tanto o que nunca foi investido antigamente", desabafou

Aos 35 anos, a atleta do Orlando Pride tem o futuro incerto na seleção. Perguntada se vai se aposentar do time nacional, ele disse que não tem a resposta.

"Não sei, difícil te dar essa resposta agora. Estou com a cabeça a mil, muitas coisas passando. Estou emocionada, não sei. Vou deixar essa resposta pra depois", afirmou a camisa 10, que homenageou a veterana Formiga, que já havia anunciado que o torneio olímpico marcaria sua despedida da seleção.

"Eu gostaria de viver mais uma vez aquela emoção de lutar pela medalha com ela [Formiga]. Mas agradeço demais por tudo que ela fez por nossa seleção durante esses anos todos, uma vida dedicada a esse esporte. Espero que todos possam enxergar da mesma maneira, uma pessoa que dedicou a vida inteira, que tanto fez ajudando a modalidade, que é inspiração para as meninas. E que poderia ter um final mais feliz".

+ Olimpíada de Tóquio-2021: todas as notícias dos Jogos!

Participe da conversa!
0