Os jogadores do Londrina fizeram uma manifestação em apoio ao meia Celsinho, que sofreu comentários racistas no último sábado (17).

Antes do apito inicial contra o Confiança, no estádio do Café, nesta quarta-feira (20), pela 12ª rodada da Série B, os atletas do Tubarão se ajoelharam no gramado, e com os punhos levantados, em sinal de protesto contra o racismo.

Ao longo do empate do Londrina em 0 a 0 com o Goiás, o comentarista Vinícius Silva e o narrador Romes Xavier, da Rádio Bandeirantes, de Goiânia, falaram do cabelo de Celsinho de forma preconceituosa e pejorativa.

+ Confira a classificação da Série B

Aos 22 minutos do primeiro tempo, o narrador disse que Celsinho devia estar com dificuldade de se levantar por conta do peso do cabelo, quando Vinícius Silva fez o comentário.

"Parece mais uma bandeira de feijão a cabeça dele do que um verdadeiro cabelo. Não é porque eu estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desse bonito", disse ele.

No final da noite, o Londrina se manifestou nas redes sociais, repudiando a atitude dos jornalistas. Nas redes sociais, outros clubes prestaram solidariedade pelo lamentável fato, como o Paraná Clube e o Vasco. Mais tarde, tanto o narrador, quanto o comentarista, se pronunciaram pedindo desculpas.

Após o episódio, a rádio Bandeirantes de Goiânia afastou os jornalistas e publicou uma nota de repúdio.

Jogadores do Londrina ajoelhados em apoio ao meia Celsinho
Jogadores do Londrina ajoelhados em apoio ao meia Celsinho| Ricardo Chicarelli/ Londrina EC


Participe da conversa!
0