Duzentos jogos. O volante Willian Farias vai atingir essa marca nesta terça-feira (26), quando o Coritiba enfrenta o CRB, no Rei Pelé, pela 32ª rodada da Série B do Brasileiro.

Em sua segunda passagem pelo Alto da Glória, o capitão do Coxa é um dos principais nomes da equipe na campanha do campeonato, com o time líder da competição e perto do acesso. Nascido em Curitiba, o jogador retornou ao clube em março, após sete anos e tem sido sinônimo de liderança do grupo alviverde.

"É uma marca legal e é muito difícil hoje em dia os jogadores atingirem isso. Hoje em dia, mudam muito de clube e eu fico muito feliz, esperançoso de que venham outras marcas. Passando no túnel do Couto Pereira, a gente sempre fala que estamos alcançando esse ou aquele", disse ao site oficial.

Em 199 jogos, ele atuou em 166 como titular e 33 como reserva. São quatro títulos paranaense (2010, 2011, 2012 e 2013), além da taça da Série B (2010). Na temporada 2021, ele soma 39 partidas. O contrato vai até dezembro de 2022.

A pedido do UmDois Esportes, Willian Farias listou dez momentos no Coritiba. Veja abaixo:

Willian Farias comemora gol na final da Copa do Brasil 2011
Willian Farias comemora gol na final da Copa do Brasil 2011| Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo

A estreia

Cria das categoria de base do Coxa, Willian teve a primeira oportunidade na categoria profissional aos 18 anos, com o René Simões, em 2007. Ele havia sido incorporado ao grupo principal na semana em que o Coxa completaria 98 anos e encarava o Criciúma). No ano seguinte, ele teve a primeira chance de jogar, sob o comando de Dorival Júnior. Foi no dia 9 de março de 2008, na vitória do Coxa sobre o Iguaçu, por 2 a 0, no Couto Pereira, pelo Campeonato Paranaense.

Primeiro jogo como titular

Willian disputou o primeiro jogo como titular do Coritiba no dia 8 de abril de 2009, no empate entre Bahia e Coritiba pela segunda fase da Copa do Brasil. O volante atuou os 90 minutos do jogo em Pituaçu, sob o comando do técnico Ivo Wortmann.

O primeiro gol (um golaço!)

A primeira vez que o volante balançou a rede com a camisa do Coritiba foi inesquecível. Com a camisa 5, ele marcou um dos gols na vitória por 3 a 2 sobre o Vasco, na final da Copa do Brasil de 2011, no dia 8 de junho, no dia em que o clube acabou com o vice da competição.

Aos 20 minutos do segundo tempo, Willian dominou a bola e acertou um chutaço de fora da área, marcando uma pintura no Couto Pereira.

Título

O título do Campeonato Paranaense 2011, conquistado sobre o rival Athletico, após a vitória por 3 a 0, na Arena da Baixada, tem lugar especial no coração de Willian Farias. Havia sido a segunda taça consecutiva que o jogador havia levantado com a camisa do Coxa. Naquele jogo, ele entrou no lugar do volante Leandro Donizete.

Willian Farias e o troféu do Campeonato Paranaense 2011
Willian Farias e o troféu do Campeonato Paranaense 2011| Antonio Costa/Arquivo/Gazeta do Povo

Massacre no Palmeiras

A goleada estrondosa do Coritiba sobre o Palmeiras, por 6 a 0, no Couto Pereira, na primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil não poderia ficar de fora. Naquele jogo, no dia 5 de maio de 2011, o Coxa alcançou incríveis 24 vitórias consecutivas. Meses depois, a marca virou recorde mundial homologado pelo Guinness Book.

Coritiba aplicou goleada história sobre o Palmeiras, por 6 a 0, em 2011
Coritiba aplicou goleada história sobre o Palmeiras, por 6 a 0, em 2011| Arquivo/Gazeta do Povo

Semifinal contra o Ceará

Para chegar à decisão da Copa do Brasil 2011, o Coxa deixou o Ceará para trás na semifinal. No jogo decisivo no Couto Pereira, novamente com Willian Farias no time, a equipe derrotou o Vozão por 1 a 0 e alcançou a vaga inédita na final da competição.

Willian Farias na vitória sobre o Ceará, na semifinal da Copa do Brasil 2011
Willian Farias na vitória sobre o Ceará, na semifinal da Copa do Brasil 2011| Hedeson Alves/Arquivo Gazeta do Povo

Vitória sobre o São Paulo

Em 2012, o Coritiba venceu o São Paulo por 2 a 0 e conseguiu carimbar vaga na final da Copa do Brasil daquele ano. Com Willian Farias titular, o time comandado por Marcelo Oliveira derrotou o Tricolor no jogo da volta, no Couto Pereira. No primeiro jogo, o Coxa havia perdido por 1 a 0, no Morumbi.

Willian Farias comemora a vitória sobre o São Paulo na Copa do Braisl 2012
Willian Farias comemora a vitória sobre o São Paulo na Copa do Braisl 2012| Arquivo Coritiba

O tetra

O tetracampeonato estadual é outro título que Farias lista como momento especial. Foi mais uma taça conquistada em cima do rival Athletico, no dia 12 de maio de 2013, após vitória por 3 a 1 no Couto Pereira.

O retorno

Após sete anos, Willian Farias voltou ao Coxa. O primeiro jogo no retorno foi no dia 18 de março de 2021, na vitória sobre o União Rondonópolis, pela primeira fase da Copa do Brasil. Ele foi titular com a camisa 8 na partida fora de casa.

Goleada no Para-Tiba

O volante também listou a goleada do Coritiba sobre o Paraná, por 5 a 0, no Campeonato Paranaense 2021. O duelo no Couto Pereira, no dia 24 de abril, entrou para a história do clássico como a maior goleada do time alviverde em cima do Tricolor. Os gols foram de Val, Wellington Carvalho, Igor Paixão e Cerutti (duas vezes).

Val e Willian Farias comemoram vitória por goleada do Coritiba sobre o Paraná Clube
Val e Willian Farias comemoram vitória por goleada do Coritiba sobre o Paraná Clube| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois
Participe da conversa!
0