Em uma nova fase financeira, o Coritiba, depois de sofrer com atrasos de salários e direitos de imagens, começa a colocar a casa em ordem. Com diversos parceiros e patrocinadores pontuais, além de uma melhora no quadro de associados, o Coxa não só debitou os atrasados, como também antecipou o próximo salário, de elenco e funcionários, além de uma premiação aos atletas.

"Compromissos foram feitos para serem cumpridos. Nada é mais sagrado do que pagar em dia seus funcionários. Tivemos algumas dificuldades, mas agora têmos um certo fôlego no fluxo de caixa. Então hoje (sexta-feira) estamos antecipando a folha de pagamento e os prêmios pelo Coritiba ter se mantido no G4", afirmou o presidente Juarez Moraes e Silva, em entrevista à rádio Transamérica.

A boa campanha na Série B - o Alviverde é o líder, com 42 pontos -, fez, principalmente, a torcida voltar a apoiar o time. Com planos promocionais para sócios, o Coritiba conseguiu cerca de 1400 novos associados que anteciparam o pagamento da anuidade, sendo mais de 500 nas últimas duas semanas.

"Todos sabem da dificuldade que encontramos ao assumir o Coritiba, mas nossos olhos são para o futuro, com o apoio de patrocinadores e dos torcedores, que estão participando ativamente da associação, com novos sócios com antecipação de anuidade, para fortalecer o Coritiba nesta reta final de volta à Série A", completou o dirigente.

Coritiba não pretende reforçar elenco para a Série B

Apesar de uma receita maior nos últimos meses, o Coxa não pretende gastar mais. Tanto que a ideia da diretoria é seguir com o atual elenco até o fim da temporada. Contratações viriam apenas em alguma necessidade pontual ou uma oportunidade de mercado imperdível. A janela para registros de novos atletas na Série B se encerra no fim de setembro.

"Numa eventualidade ou numa oportunidade em algum nome no mercado, está aberto. Mas o pensamento é a gente concluir este campeonato com este elenco que està à disposição do treinador", disse Juarez.

Participe da conversa!
0