O Coritiba estuda ir até Santa Catarina para treinar nesta semana. A possibilidade foi levantada após o decreto de bandeira vermelha ser estendido em Curitiba e Região Metropolitana até o dia 5 de abril e o clube seguir impedido de usar o CT da Graciosa, que fica em Colombo.

O presidente Renato Follador confirmou ao UmDois Esportes sobre a ideia, mas disse que ainda não há nada definido. Joinville aparece como principal opção para abrigar o Coritiba nesse período.

A principal preocupação do clube em relação a ter uma boa preparação nesta semana, é porque o jogo contra o Operário pela segunda fase da Copa do Brasil foi marcado pela CBF. Os paranaenses se enfrentam na próxima terça-feira, dia 6 de abril, às 19h, possivelmente no Couto Pereira.

A competição nacional é de extrema importância para o clube, principalmente pela questão financeira. Uma passagem à terceira fase renderá mais R$ 1,7 milhão aos cofres coxa-brancas.

Período em Arapongas

Sem poder utilizar o CT da Graciosa desde o dia 19 de março, o clube foi para Arapongas para se preparar para os jogos contra Maringá e Cascavel CR - vitória por 2 a 1, em um jogo que durou dois dias. Foram oito dias no interior do estado. O técnico Gustavo Morínigo viu como positiva a semana de preparação longe de Curitiba.

"O balanço é positivo, porque conseguimos buscar as vitórias. Agradecemos a cidade por todo trato. Nos trataram muito bem, todos aqui no estádio até nos treinamentos. Foi proveitoso para nós e, a partir de agora, é continuar assim", declarou em entrevista coletiva.

Participe da conversa!
0