O técnico Gustavo Morínigo deixou no ar uma possível mudança na meta do Coritiba para o clássico contra o Athletico, neste domingo (19), às 16h, no Couto Pereira.

Após falha do goleiro Alex Muralha na derrota para o Red Bull Bragantino, na quarta-feira (15), o reserva Rafael William ganha força para ficar com a posição no Atletiba. O prata da casa atuou contra o Palmeiras, quando o titular estava se recuperando de um corte na mão, e foi elogiado na ocasião.

"É uma questão difícil porque a posição é difícil para todos os goleiros, que não podem errar", disse o treinador paraguaio, que assumiu a responsabilidade pelo revés para tirar a pressão dos jogadores.

+ Veja a tabela completa do Brasileirão

"Sim, [as falhas] já aconteceram várias vezes, é uma coisa que não vamos enganar, todos vemos os jogos. É uma questão pessoal e todos temos um pouco desse momento. Não queremos dar um valor negativo sobre o atleta, os companheiros, todos. Mas temos que nos levantar, todos erramos e, repito, temos que analisar as situações, o que compete a mim. O apoiamos e a partir de amanhã [quinta] ver o que vamos fazer", completou.

Titular do Coxa na temporada, Muralha fez 29 jogos em 2022, com 29 gols sofridos. Capaz de alternar grande atuações com falhas épicas, o arqueiro de 32 anos tem sido muito cobrado pela torcida justamente por causa da falta de consistência.

Participe da conversa!
0