Eis uma das notas de destaque do UmDois Esportes:Grupo de Samir oferece ajuda a Follador no Coritiba”. Na coluna do humorista José Simão, o “Macaco Simão”, na Folha de São Paulo, a nota seria tratada como piada pronta. Qualquer um poderia oferecer ajuda à diretoria de Follador, menos o grupo de Samir, em razão do estrago que provocou em três anos no clube.

Já escrevi uma centena de vezes, que o grande problema do Coritiba é a sua política. Perversa, quem deixa o comando adota o princípio do quanto pior, melhor. Traindo o clube, quer se tornar vítima.

Embora o conteúdo da nota sugira solidariedade, a sua intenção foi a de constranger, humilhar, ironizar e, em especial, provocar um juízo de censura junto à torcida. É a partir de provocações como essa que qualquer projeto do Coritiba, por mais sério como é o dessa diretoria, fica dependente apenas ao resultado de campo.

Participe da conversa!
0