O Athletico conquistou uma importante vantagem na Copa do Brasil ao vencer o Atlético-GO por 2 a 1, na quarta-feira (28), na Arena da Baixada. Agora, para se classificar para as quartas de final, o Furacão depende de apenas um empate em Goiânia, na semana que vem. Um resultado que o técnico António Oliveira garante que não é o foco.

"Não existe estratégia para jogar pelo empate, minha equipe nem sabe jogar assim. Teremos mais 90 minutos para brigar e buscar o que queremos, que é a classificação. É um jogo de duas partes e a primeira foi concluída. A vitória foi justa e mais uma vez os garotos são os responsáveis por isso, foram muito comprometidos com aquilo que tinham que fazer", disse o treinador, em entrevista coletiva.

Antes do duelo decisivo, no entanto, o Rubro-Negro terá pela frente o Atlético-MG, no domingo (1º), ás 16h, no Mineirão, pela 14ª rodada do Brasileirão.

Um confronto direto na briga pelo G4 e que, até por isso, o Athletico olha este duelo como prioridade antes de voltar a enfrentar o Dragão, na próxima quarta-feira (4).

"Antes de enfrentarmos novamente o Atlético-GO teremos o Atlético-MG e temos que virar a chave da competição. É um jogo muito importante, o mais importante, pois é o próximo, e somos candidatos a ganhar o jogo, mesmo contra um adversário muito difícil", disse Oliveira.

O Furacão é o quinto colocado no Campeonato Brasileiro, com 23 pontos, cinco a menos que o Galo, que é o vice-líder, mas tem um jogo a mais.

Participe da conversa!
0