Depois de decidir o clássico com gol de pênalti, Khellven foi mais uma vez fundametal para o Athletico. Foi dele as duas assistências para os gols de Christian e Pedro Rocha, que garantiram a vitória de virada sobre o Bahia por 2 a 1, pela Copa do Brasil.

A boa fase se explica pela confiança dada por Felipão e, principalmente, pela sequência de partidas. Já são 14 jogos com titular, a maior série de jogos do jogador desde que subiu ao time principal, em 2019. No período, são dois gols e três assistências.

+ Veja a tabela completa da Copa do Brasil

Mesmo quando foi decisivo entrando justamente nas finais da Copa do Brasil naquele ano, Khellven nunca havia tido tantas oportunidades como titular. Nesta temporada, a lateral-direita foi posição em que o clube mais buscou reforços.

Dani Bolt, Léo Ataíde, Erick improvisado e, por último, Orejuela, que foi contratado, mas não se firmou, passaram pelo time. No entanto, nenhum deles deu a resposta que o camisa 13 atleticano tem dado nos jogos. Felipão destacou as qualidades do lateral-direito.

"Ele tem personalidade, sabe jogar, bate bem na bola, tem acrescentado algumas valências, como cobertura, posicionamento correto na virada de jogo, uma série de detalhes que a gente tem tido com todos os jogadores. É um jogador que depositamos confiança e ele está contribuindo. Mas também já está na hora dele ter um descanso. O que ele tem de bom agora é a confiança", disse o treinador, em entrevista coletiva após a vitória.

Como disse o técnico atleticano, Khellven pode ser poupado para o duelo contra o Bragantino pelo Brasileirão de olho na Libertadores. O jogo da 14ª rodada será já neste sábado (25), às 16h30, na Arena da Baixada.

Maior sequência de Khellven pelo Athletico:

  • Tocantinópolis 2x5 Athletico (Copa do Brasil);
  • Athletico 1x0 Ceará (Brasileiro);
  • Athletico 4x0 Tocantinópolis (Copa do Brasil): um gol e uma assistência;
  • Fluminense 2x1 Athletico (Brasileiro);
  • Athletico 2x0 Libertad (Libertadores);
  • Athletico 2x1 Avaí (Brasileiro);
  • Athletico 5x1 Caracas (Libertadores);
  • Cuiabá 0x1 Athletico (Brasileiro);
  • Athletico 2x2 Santos (Brasileiro);
  • Juventude 1x3 Athletico (Brasileiro);
  • Fortaleza 0x0 Athletico (Brasileiro);
  • Athletico 1x1 Corinthians (Brasileiro);
  • Coritiba 0x1 Athletico (Brasileiro): um gol;
  • Bahia 1x2 Athletico (Copa do Brasil): duas assistências.
Participe da conversa!
0