O técnico Paulo Autuori disse ter ficado orgulhoso do elenco do Athletico após o empate por 1 a 1 contra o River Plate, nesta terça-feira (24), na Arena da Baixada, na partida de ida das oitavas de final da Libertadores.

O Furacão entrou em campo bastante desfalcado por causa da Covid-19. Mesmo assim, suportou a pressão dos argentinos, saiu na frente no placar, mas acabou tomando o empate nos instantes finais, quando já tinha um jogador a menos.

“O sentimento é de orgulho pelos jogadores. Foram dificuldades enormes, mas a equipe vem crescendo em termos coletivos e individuais também”, avaliou o treinador, após o duelo.

+ Cristian Toledo: As notas de Athletico 1x1 River Plate

“Reconquistar a confiança é importante, fazendo um jogo contra a equipe que, para mim, é a mais competitiva da América do Sul”, prosseguiu.

Autuori não lamenta empate sofrido no fim pelo Athletico

Autuori sequer lamentou o gol sofrido nos instantes finais. Segundo o experiente comandante, o embate com o atual vice-campeão da Libertadores demonstrou a força do Rubro-Negro no cenário do futebol sul-americano.

“Nada de lamentar, pelo contrário. Temos a certeza de que vamos sair desse jogo mais fortes e com a ideia de que, em termos competitivos, não temos que temer a nada e a ninguém”, avaliou.

“Eu não sei mensurar o tamanho deste empate, mas sei mensurar que saímos fortes, porque vimos que podemos, mesmo com todas as situações difíceis que enfrentamos, com a perda de jogadores, enfrentar uma equipe do nível do River”, arrematou o técnico.

O duelo de volta será na próxima terça-feira (1º), no estádio Libertadores da América, em Avellaneda – o Monumental de Nuñez, casa do River, passa por obras. Antes, no entanto, o Athletico encara o Palmeiras, sábado (28), às 17h, no Allianz Parque, pelo Brasileirão.

Participe da conversa!
0