Mesmo com domínio total, o Athletico empatou com o Palmeiras por 0 a 0, na noite desta segunda-feira (6), na Arena da Baixada, pela 37ª rodada do Brasileirão. O resultado, porém, foi o suficiente para a equipe confirmar a permanência na Série A. Alívio.

O Furacão vinha ameaçado de rebaixamento, mas, depois da vitória na rodada passada sobre o Cuiabá e com o empate com o time paulista, aliada à derrota do Juventude, não tem mais riscos de queda. O Rubro-Negro é, atualmente, o 14º colocado, com 46 pontos, três a mais que o primeiro time na ZR, mas sem chances de ser alcançado pelo maior número de vitórias (13 contra 10 do Juventude).

+Veja a tabela completa do Brasileirão

Agora, o Furacão encerra a participação no campeonato diante do Sport, na quinta-feira (9), às 21h30, na Arena Pernambuco. De olho nas finais da Copa do Brasil, o técnico Alberto Valentim vai colocar em campo um time reserva.

Athletico domina jogo, mas para em goleiro do Palmeiras

O Athletico sabia que o empate era suficiente para confirmar a permanência. Porém, desde o início, tentou a vitória. O domínio foi total rubro-negro em cima dos garotos do Palmeiras - o time principal já está de férias desde a semana passada. O Rubro-Negro teve, pelo menos, três chances claras de abrir o placar, mas parou no goleiro Vinícius Silvestre.

Logo aos quatro minutos, Pedro Henrique bateu firme, a bola desviou e sobrou para Pedro Rocha. O atacante arriscou, mas, meio sem ângulo, mandou direto para fora. Canesin e Thiago Heleno também assustaram.

Aos 35, o VAR entrou em ação por um possível pênalti para o Palmeiras. A bola teria batido na mão de Thiago Heleno na área. Porém, uma falta em cima de Pedro Henrique no lance anterior foi marcada. A única jogada de perigo do time paulista foi com Vitinho, que cabeceou livre na trave.

No segundo tempo, o panorama não mudou. O Furacão foi só pressão em busca do resultado. A melhor chance foi de Bissoli, que cabeceou firme, mas o goleiro alviverde fez ótima defesa. Marcinho, Erick, Canesin e Nikão, em uma jogadaça individual, também tiveram boas chances.

Depois de passar sustos na reta final do campeonato, o Athletico não conseguiu outra vitória para se despedir da torcida no Brasileirão com festa, mas o empate foi o suficiente para o objetivo da permanência ser cumprido.

"Acho que hoje muito mais que a vitória, era garantir a permanência na Série A. A gente buscou o jogo o tempo inteiro, a vitória, acabou que não fizemos o gol, mas vai ser bom esse resultado para a gente chegar mais tranquilo para os dois jogos da final. Foi satisfatório hoje", disse o lateral-direito Marcinho ao Furacão Live após a partida.

Participe da conversa!
0