Paraná Clube
Exclusivo

Quem é o principal investidor do consórcio que está perto de comprar o Paraná Clube

Por
Fernando Rudnick
05/12/2023 03:00 - Atualizado: 05/12/2023 12:14
Carpa Family Office lidera consórcio de compra do Paraná Clube
Carpa Family Office lidera consórcio de compra do Paraná Clube

O principal investidor do consórcio que está próximo de comprar 90% da SAF (Sociedade Anônima do Futebol) do Paraná Clube chama-se Carpa Family Office, segundo apurou o UmDois Esportes.

Especializada em gestão de fundos, planejamento financeiro familiar e patrimonial, a empresa administra cerca de R$ 6,3 bilhões atualmente. O grupo, que tem escritórios no Rio de Janeiro e em São Paulo, lidera os investidores que planejam aportar R$ 430 milhões no Tricolor ao longo de dez anos.

Após a aprovação da oferta pelo Conselho Deliberativo na noite dessa segunda-feira (4), ainda é necessária a validação do negócio pelo do juízo da Recuperação Judicial. O passo é crucial, já que o clube realinhou o pagamento de suas dívidas há pouco mais de três meses.

O que é Carpa Family Office?

Fundado em 2015, no Rio de Janeiro, a Carpa Family Office nasceu como uma gestora de investimentos familiares com foco em clientes com ativos de pelo menos R$ 10 milhões.

Entre os sócios da empresa está o diretor estratégico de investimento Celso Colombo Neto, filho do fundador da indústria de alimentos Piraquê, vendida em 2018 por R$ 1,55 bilhão.

Com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro e de capitais, Colombo estruturou a Carpa para gerir inicialmente os ativos de sua família, mas depois expandiu o negócio para atender outras grandes fortunas familiares.

O CEO da Carpa é o economista Ian Dubugras, ex-presidente dos bancos Bank of America e JP Morgan no Brasil.

Planos para o Paraná Clube

Em novembro, o UmDois revelou a proposta de compra pelo Tricolor, com investimentos no futebol profissional, reestruturação das categorias de base e um novo centro de treinamentos. Durante as negociações, o montante total foi readequado de R$ 495 milhões para R$ 430 milhões – redução de R$ 65 milhões.

O objetivo do consórcio é recolocar o Paraná na Série B em até 2028, dobrar o valor de mercado em cinco anos e tornar o clube referência em gestão e viabilidade financeira.

A incorporação de uma equipe da elite estadual foi cogitada para adiantar os planos – o Cianorte foi cortejado –, mas hoje a situação está próxima de um "desejo" do que da realidade.

Nesta terça-feira, inclusive, o clube do interior confirmou a procura paranista, mas reforçou que não houve acordo.

Outro ponto do projeto cita o resgate da "a autoestima e orgulho da torcida paranista", infraestrutura compatível com os objetivos e categorias de formação entre as 15 melhores do país em prazo de sete anos.

Sem divisão nacional desde 2022, quando disputou a Série D, o Paraná disputará a Segunda Divisão do Paranaense pela segunda vez consecutiva em 2024.

A intermediação do negócio é conduzida pelas empresas Bridge Sports Capital e Pluri Consultoria, que assessoram outros nove clubes brasileiros no processo de transformação para SAF – entre eles Juventude, Vila Nova e Náutico.

Veja também:
Carneiro Neto e os “atleticanos que queriam vender a Baixada”
Carneiro Neto e os “atleticanos que queriam vender a Baixada”
UFC México fica marcado por briga generalizada
UFC México fica marcado por briga generalizada
Quanto Bambam e Popó receberam para lutar no FMS?
Quanto Bambam e Popó receberam para lutar no FMS?
Presidente do Sport vê xenofobia no STJD após punição com portões fechados
Presidente do Sport vê xenofobia no STJD após punição com portões fechados
participe da conversa
compartilhe
Encontrou algo errado na matéria?
Avise-nos
+ Notícias sobre Paraná Clube
Divisão de Acesso: regulamento, transmissões e os rivais do Paraná
Calendário

Divisão de Acesso: regulamento, transmissões e os rivais do Paraná

Das quadras de futsal do Paraná ao cargo de técnico: Tcheco e sua chance de ouro
Personagem

Das quadras de futsal do Paraná ao cargo de técnico: Tcheco e sua chance de ouro

Coritiba acerta com ex-goleiro do Paraná para suprir a saída de Luan Polli
Mercado da bola

Coritiba acerta com ex-goleiro do Paraná para suprir a saída de Luan Polli