A parceira do Paraná Clube para as categorias de base, Sports Prime, investiu mais de R$ 500 mil para revitalização da Vila Olímpica, do Boqueirão. Mais melhorias serão feitas no estádio para abrigar os jovens em busca de revelar jogadores para o time profissional.

"Recuperamos os gramados, pintamos algumas coisas, fizemos uma limpeza geral. O básico da estrutura para trabalhar. Reformulação dos banheiros, compramos chuveiros. Remontamos e compramos equipamentos para a cozinha. Ainda vamos reformar por fora e vai acontecer gradualmente, de acordo com o que a empresa conseguirá fazer", disse o supervisor da empresa, Welliton Roberto da Silva, em entrevista ao ge.com.

O contrato entre Paraná e Sports Prime é válido por quatro anos. De acordo com Silva, a empresa terá uma porcentagem sobre vendas futuras de jogadores. "Não posso ser hipócrita. O contrato é bom para as duas partes. Nós trazemos o investimento e temos participação em uma venda futura. O que a gente investe agora, quer o retorno. Os dois ganham. E pretendemos reinvestir no clube", revelou.

Categorias ativas e parceria com o Paraná

A Sports Prime já reativou as três categorias de base: sub-20, sub-17 e sub-15. Rodrigo Rojas, Júnior Barcelos e Jefferson Henrique comandam os times, que estão focados agora nas disputas estaduais. O destaque é para o elenco sub-20, que está 100% nos amistosos que disputou.

Foi na categoria também que o técnico Omar Feitosa precisou recorrer depois de o Paraná não ter jogadores regularizados na estreia da Série D. O volante Miranda, o meia Vinicius e o atacante Guilherme Marques estiveram no grupo que enfrentou o Oeste. Miranda foi titular, enquanto que Marques entrou na segunda etapa. O treinador do time principal também já ressaltou que segue de olho nos destaques da base.

Paraná e Sports Prime firmaram parceria ainda em outubro do ano passado. A empresa comandaria o time sub-20 para a disputa do Copinha, mas, no meio do caminho, teve que dispensar todo mundo depois da notícia de que o clube não disputaria o torneio nacional. No entanto, as partes resolveram seguir com a parceria e então a Sports assumiu e reativou as categorias de base em fevereiro.

Vila Olímpica estava "abandonada" antes da chegada da parceira

Em dezembro do ano passado, um vídeo revelou o abandono completo da Vila Olímpica, que abrigou muitos jogos do Tricolor nos anos 90 e sempre foi a casa das categorias de base. Relembre e veja o vídeo aqui.

Participe da conversa!
0