“Sentimento de muita culpa, muita tristeza e de vergonha”. Assim o técnico Maurílio descreveu o impacto da goleada sofrida pelo Paraná diante do Coritiba, 5 a 0, a maior que o clube já tomou do rival na história do clássico. 

“Os atletas precisam entender que esse resultado é o pior da história do clube. O atleta tem que pensar nisso antes. Ficou muito a desejar. Faltou tudo. Não temos desculpas para justificar. A comissão técnica está extremamente triste, atletas estão sem saber o que dizer”, desabafou o técnico.

No primeiro tempo, o Tricolor viu o rival abrir o placar. Mas foi na segunda etapa que a atuação desandou. “Tivemos um jogo no primeiro tempo bem razoável. Tomamos um gol na bola que desviou. No segundo tempo, tomamos dois em dois minutos. Hoje a nossa equipe não estava com coragem e determinação. Erros individuais e coletivos”, cobrou o treinador.

Por fim, Maurílio criticou a Federação Paranaense pelos jogos marcados na próxima semana. O time enfrenta o Cianorte, nesta terça-feira (27), no interior do estado, e na próxima sexta-feira (30), terá o clássico contra o Athletico, na Arena.

“Nós fomos avisados da marcação do jogo contra o Cianorte na sexta-feira após o nosso horário de trabalho, de noite. Depois, tem a antecipação de um jogo porque o outro time está na Sul-Americana. Mas eu não vou ser contundente na reclamação contra a Federação. Parece que se reclamar, as coisas pioram”, cutucou Maurílio.

Participe da conversa!
0