O técnico do Paraná Clube, Maurílio Silva, confessou que está “apreensivo” com a situação da equipe, após o quinto jogo seguido sem vencer. Neste sábado (5), o Tricolor perdeu para o Botafogo-SP, por 1 a 0, na Vila Capanema, pela segunda rodada da Série C.

“No meu trabalho como treinador nós tivemos o começo adaptável, depois tivemos uma melhora e depois tivemos esses momentos ruins, é lógico que isso preocupa bastante, não vou mentir, eu tô apreensivo, eu sou um cara que não gosta de perder”, disse em entrevista coletiva após o jogo.

A última vez que o Paraná Clube venceu foi contra o Cascavel CR na nona rodada do Campeonato Paranaense. Depois disso, somou um empate e quatro derrotas (Operário, Athletico, Ypiranga e Botafogo-SP). Na Série C, com os dois reveses, o Tricolor ocupa a penúltima posição, sem pontuar.

+ Veja a tabela da Série C

Maurílio acredita que é necessário “qualificar” a equipe para encontrar o caminho das vitórias. Uma das maneiras, segundo ele, é trabalhar o emocional dos atletas que já estão no clube. “A gente já vem herdando uma situação emocional desde o passado, nós chegamos e tentamos mudar essa situação, mas essa coisa negativa, essa negatividade que existe, ela tem tomado conta de todos aqui que chegam”, relatou.

Mesmo defendendo os jogadores que estão no elenco, o treinador admitiu a necessidade de contratações e disse que as conversas estão em andamento com a diretoria. “A gente está avaliando nomes, estamos estudando, todo mundo sabe da carência do grupo, todo mundo sabe, nós não podemos esconder e nem defender, nós temos que falar que precisamos e estamos buscando para evoluir”, afirmou.

Ao ser questionado sobre quantos reforços seriam necessários, o técnico não quis revelar. “Com relação ao nosso elenco, o que nós vamos trabalhar e buscar, acho que esse é um assunto muito interno, nós não podemos expor nada agora”, concluiu.

Participe da conversa!
0