Artilheiro do Paraná na Série D, com dois gols, o atacante Carlos Henrique disse que sua vinda ao clube é um recomeço na carreira. O centroavante estava em baixa no Cascavel e chegou ao Tricolor para ser titular.

Além do gol que ajudou o time a vencer a primeira partida na Série D, 2 a 0 sobre a Portuguesa, o camisa 9 também marcou diante do Nova Iguaçu na terceira rodada, no empate por 1 a 1. Carlos Henrique, inclusive, foi o primeiro atacante a marcar pelo Tricolor em 2022.

+ Confira a classificação da Série D do Brasileirão

"Quando o Luiz Alberto e o Omar me ligaram, a gente fez um projeto, eu precisava voltar a jogar em alto nível. É um recomeço para mim e para o Paraná. Venho fazendo bons jogos. O que depender de mim, vou correr, vou me doar, para dar o melhor para o Paraná", prometeu.

"Eu vim pra cá com uma responsabilidade muito grande, eu sabia que a cobrança seria maior em cima de mim [por ser o camisa 9]. Estou conseguindo dar meu máximo e tenho certeza que vou dar muita alegria para o torcedor paranista", acrescentou.

Carlos Henrique, no entanto, pode ser desfalque diante do Pérolas Negras. Ele sentiu o tornozelo e será reavaliado na semana. O jogo contra o time carioca será domingo (15), às 16h, no Estádio do Trabalhador. Depois, no domingo (22), às 16h, o duelo é contra o Cianorte no Albino Turbay.

"Eu senti no 1º lance, antes do gol. A panturrilha inchou na hora, mas voltei dando meu máximo. Esse dois jogos serão muito difíceis, vamos em busca dos pontos e, agora que a gente entrou no G4, não podemos sair mais", finalizou o camisa 9.

Participe da conversa!
0