Com seis jogos a serem disputados, o Paraná faz as contas na Série C para evitar um vexame histórico e "salvar o ano". Na próxima rodada, o time de Silvio Criciúma encara contra Ituano, quarto colocado, no sábado (21), às 19h, na Vila Capanema.

Mas, para sair da zona de rebaixamento, o Tricolor precisará vencer e torcer por uma derrota do São José - seu principal adversário na briga. O Zequinha recebe o Novorizontino no mesmo dia, às 11h, no Rio Grande do Sul. Ou seja, o Paraná entrará em casa já sabendo o resultado do adversário.

Para o treinador paranista, o Tricolor só depende de si para sair desta situação. O Tricolor chegou aos 81% de risco de rebaixamento segundo o site Chance de gol.

Veja a tabela da Série C!

"Eu luto com as armas que eu tenho e vou fortalecer o grupo da melhor maneira. A gente está perdendo qualidade técnica, está perdendo números. Temos condições de ter uma equipe forte dentro de campo, que vai lutar bravamente contra adversários em momentos melhores que nós. Mas o fato de saber que depende só da gente, não de outros resultados, isso me dá mais reforço para o dia a dia. Eu queria esse reforço, não só de atletas, mas de uma situação mais positiva. Mas se eu ficar lamentando, eu vou deixar de trabalhar", disse em entrevista à rádio Banda B após o jogo.

De fato, o Paraná só dependerá de si para deixar a ZR. Porém, precisará melhorar o desempenho e vencer o máximo de jogos possíveis. Até aqui, em 12 jogos, foram apenas duas vitórias, outros três empates e sete derrotas. Com o Tricolor ficando por nove rodadas dentro da zona da degola.

Mesmo hoje atrás três do rival gaúcho, o confronto direto entre os times poderá ser decisivo para definir quem será rebaixado. Na ida, o Tricolor venceu o São José por 2 a 1 em casa. Com os mesmos adversários no primeiro turno, o Paraná somou sete pontos, enquanto que o time gaúcho fez seis. Outro duelo direto do time paranista será contra o Oeste na última rodada.

Paraná não terá mais Gabriel Pires e aguarda inscrição de três meias

Para os jogos decisivos, o técnico Silvio Criciúma confirmou que não terá mais à disposição Gabriel Pires. O meia não conseguirá se recuperar a tempo.

"O Gabriel Pires não tem condição para o campeonato. Ele teve uma lesão e, infelizmente, não teve uma recuperação positiva. Teve um contratempo no meio dessa recuperação, então não dá para contar com ele", disse.

Por outro lado, o clube ainda tenta regularizar outros três meias: Gabriel Correia, Araújo Love e André Ferreira, que treinam no CT Ninho da Galha, mas ainda foram regularizados. A situação deles teria envolvimento com a resolução da parceria com a FDA Sports. Outro nome que chegou, mas não ficou no Paraná foi o do meia Andrey Falinski.

Confira os próximos seis jogos decisivos do Paraná na Série C

  • Paraná x Ituano - 21/08 (sábado), 19h, na Vila Capanema
  • São José x Paraná - 30/08 (segunda), 20h, no Francisco Novelletto
  • Paraná x Criciúma - 04/09 (sábado), 19h, na Vila Capanema
  • Paraná x Mirassol - 12/09 (domingo), 18h, na Vila Capanema
  • Novorizontino x Paraná - 18/09 (sábado), 19h, no Jorge de Biasi
  • Paraná x Oeste - 25/09 (sábado), 17h, na Vila Capanema
Participe da conversa!
0