Um dos poucos destaques do Paraná na temporada de 2021, o goleiro Bruno Grassi, 34 anos, não deve mesmo renovar com o clube para o próximo ano. A informação foi dada inicialmente pela Banda B e confirmada pelo UmDois Esportes junto ao arqueiro.

Grassi desabafou e lamentou a forma como a diretoria paranista conduziu as negociações. "Houve uma conversa logo que acabou a Série C, mas muito superficial. Desde o começo eu me posicionei que gostaria de ficar. Mas, tentei contato e eles falando que iria se resolver, e, após isso, não houve mais nenhuma reunião", disse o goleiro.

O camisa 12 do Tricolor ainda destacou que a diretoria ofereceu um valor muito abaixo do que ele recebia na atual temporada.

"Simplesmente, eu perguntei na última segunda-feira se havia uma posição, eles me ofereceram um valor muito abaixo do que eu recebia. Foi desta forma que foi conduzida a negociação. Não teve nenhuma reunião, nenhuma conversa franca. Foi apenas por uma mensagem e eu falei que não tinha como seguir com o projeto", destaca Grassi.

Bruno Grassi, goleiro do Paraná
Apesar do rebaixamento do Paraná, Bruno Grassi teve uma temporada de destaque.| Rodrigo Sanches / Paraná Clube

O Paraná ainda possui alguns débitos com o atleta, que não foram pagos. Segundo o goleiro, houve uma promessa de quitação, mas que não ocorreu.

"Nem comentaram nada. Por 'alto' falaram que iriam quitar com a premiação recebida da CBF, mas não teve nada. Nenhum jogador recebeu nada. Mas, cada um tem o seu jeito de conduzir as coisas. Como eu sempre falei, gostei do Paraná e vou estar na torcida", finaliza o goleiro.

Bruno Grassi realizou 28 jogos com a camisa paranista nesta temporada. O UmDois Esportes entrou em contato com a diretoria do Paraná, que confirmou a pedida alta do atleta e que foi feita uma contraproposta que não agradou ao mesmo.

Novo podcast UmDois: Ronaldo detonado, Pai de Neymar, Delegado Lopes e Athletico, Coritiba e Paraná

Participe da conversa!
0