O Brasil não conseguiu avançar às semifinais do judô nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2021 na madrugada desta sexta-feira (horário de Brasília). Nas quartas de final, Maria Suelen Altheman foi derrotada pela francesa Romane Dicko por ippon e Rafael Silva, o Baby, ficou pelo caminho ao levar três punições contra o georgiano Guram Tushishvili por falta de combatividade.

Maria Suelen teria chance de buscar o bronze, mas saiu do combate machucada e não terá condições de lutar na repescagem. Ela deixou a luta com muitas dores e saiu de maca do tatame. Os médicos da seleção brasileira avaliaram a condição da brasileira e, após a primeira avaliação, constataram que a judoca não voltará ao tatame nesta madrugada.

+ Siga o quadro de medalhas da Olimpíada de Tóquio 2021 em tempo real!

"Maria Suelen Altheman sentiu lesão no joelho esquerdo durante o combate de quartas de final contra a Romane Dicko e, após avaliação do departamento médico da seleção, não terá condições de lutar a repescagem", informou a Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Maria Suelen irá ao hospital para ser submetida a exames nesta sexta. Existe uma suspeita de rompimento ligamentar do joelho. Com isso, a possibilidade de competir na competição por equipes é também mínima.

Maria Suelen compete em sua terceira Olimpíada e busca sua primeira medalha. Em Londres-2012 ficou em quinto lugar, enquanto na Rio-2016 terminou na nona posição. No Campeonato Mundial, disputado em Budapeste, na Hungria, em junho passado, ela levou o bronze.

+ Olimpíada de Tóquio-2021: todas as notícias dos Jogos!

Participe da conversa!
0