A baiana Beatriz Ferreira, número um do mundo na categoria até 60 kg, confirmou o favoritismo nas quartas de final do boxe na Olimpíada de Tóquio-2021.

Nesta terça-feira (3), brasileira derrotou a uzbeque Raykhona Kadirova por decisão unânime e se classificou à semifinal do torneio olímpico, o que significa que ela garantiu, no mínimo, a medalha de bronze, mesma situação dos compatriotas Abner Teixeira e Herbert Conceição.

+ Siga o quadro de medalhas da Olimpíada de Tóquio 2021 em tempo real!

A lutadora de 28 anos dominou os três rounds do combate, assim como fez na estreia, na última sexta-feira (30), contra Taiwan Shih-Yi Wu, de Taiwan. Muito confiante, ela mira o lugar mais alto do pódio.

"Já temos três medalhas garantidas [no boxe]. Só que estamos treinados pro ouro. Ninguém pode se contentar só com o bronze", disse a lutadora, que vai encarar a finlandesa Mira Potkonen na próxima fase.

+ Olimpíada de Tóquio-2021: todas as notícias dos Jogos!

Participe da conversa!
0