Candidata à medalha de ouro, a boxeadora Beatriz Ferreira estreou com vitória fácil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, nesta sexta-feira, ao vencer a taiwanesa Shih-Yi Wu, por pontos, em decisão unânime dos jurados: 30 a 27 (quatro vezes) e 29 a 28 (uma).

A peso leve (até 60kg) volta a lutar terça-feira, pelas quartas de final, diante de Raykhona Kodirova, do Usbequistão. Um novo triunfo e a brasileira já vai garantir o bronze, pois no boxe não existe a disputa do terceiro lugar e os dois derrotados nas semifinais sobem também no pódio.

O primeiro assalto começou com muitos clinches e nervosismo dos dois lados. Aos poucos, Bia foi se soltando e logo arriscou o direto de direita, sem medo de receber o contra-ataque da adversária.

Apesar de menor e com menos envergadura, a brasileira, com muita velocidade, encurtou a distancia no segundo round e teve sucesso no ataque. Ela entrou e saiu do raio de ação da rival com facilidade e abriu mais vantagem na luta.

Confiante, Bia, atual campeã mundial dos pesos leves, dominou o início do terceiro assalto e até atacou a linha de cintura da adversária. No final, diminuiu o ritmo, mas não perdeu o controle do combate.

"A maioria das minhas rivais são mais altas. Tive de fazer um jogo para combater o antijogo dela. Deu certo, mas ainda tem muita coisa para fazer. Eu estou muito feliz por estar aqui, confiante, foi um trabalho meu e da equipe de cinco anos. Vamos dar um passo de cada vez", afirmou Beatriz Ferreira, ao SporTV.

Participe da conversa!
0