Coritiba
Elenco

Veja os jogadores que têm contrato no fim com o Coritiba

Por
Monique Silva
21/11/2022 14:06 - Atualizado: 04/10/2023 19:46
Egídio, Castán, Guillermo e Robinho, do Coritiba
Egídio, Castán, Guillermo e Robinho, do Coritiba | Foto: Átila Alberti/umDois Esportes

Com o fim da temporada e o Coritiba garantido na Série A em 2023, o clube começa a reavaliar o elenco e definir saídas e chegadas. Alguns jogadores têm contratos se encerrando em dezembro, casos do artilheiro Léo Gamalho, dos zagueiros Guillermo e Luciano Castán, do lateral-esquerdo Egídio e do meia Robinho, entre outros.

O UmDois Esportes traz a análise sobre cada um:

Até agora, o Coxa renovou com o zagueiro venezuelano Jhon Chancellor, que agora passa a ter vínculo até o final da próxima temporada. Além disso, o clube mostrou interesse na permanência do meia paraguaio Matías Galarza, que está emprestado pelo Vasco até o final deste ano.

+ Mercado da Bola 2023: veja quem chega, quem sai, as contratações do futebol!

Outro movimento importante da diretoria foi a compra de Alef Manga. Artilheiro do time no Brasileirão e decisivo na reta final, o jogador teve seus direitos econômicos (50%) comprados por R$ 2 milhões e fechou contrato até o fim de 2024.

Zagueiros

Três zagueiros estão com contrato no fim Castán, Henrique e Guilhermo. O primeiro é o recordista de jogos na temporada, com 51 jogos. No clube desde fevereiro do ano passado, Castán soma 101 jogos pela equipe e marcou 11 gols. O Coxa apresentou uma proposta, mas que não foi aceita pelo staff do jogador. As partes seguem negociando uma renovação.

Após 13 anos, Henrique voltou ao Alto da Glória em maio do ano passado. Na atual temporada, o zagueiro de 36 anos participou de 32 jogos, todos como titular, e marcou dois gols (ambos no Paranaense, contra Operário e Maringá). O zagueiro tem contrato até o fim de maio de 2023, mas já acertou sua permanência até dezembro. O novo contrato deve ser regularizado em breve no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

O zagueiro Henrique voltou ao clube em devereiro do ano passado
O zagueiro Henrique voltou ao clube em devereiro do ano passado

Por fim, o uruguaio Guilhermo é outro que não fica no clube, embora tivesse opção de renovação. Chegou ao Coxa em janeiro e disputou 29 jogos, sendo 22 como titular e sete como reserva.

Laterais

Experiente, Egídio foi anunciado pelo Coxa logo nos primeiros dias do ano. O lateral de 36 anos tinha contrato até 30 de novembro. Foram 34 jogos disputados, sendo 25 como titular e nove como reserva, e dois gols marcados (contra Cianorte e Fluminense).

Matheus Alexandre participou de 35 jogos, sendo 23 como titular, quando Natanel sofreu grave lesão, e 12 como reserva. Ele foi contratado em setembro do ano passado, emprestado pelo Corinthians.

O lateral-esquerdo Egídio
O lateral-esquerdo Egídio

Meias

O experiente Robinho estava em sua segunda passagem pelo Coxa - a primeira havia sido entre 2012 e 2014. Aos 35 anos, o jogador sofreu com lesões - uma delas o tirou de campo por dois meses. Um dos líderes do elenco, o meia atuou em 29 jogos na temporada, sendo 15 como titular, 14 como reserva, um gol marcado e três assistências.

Thonny Anderson foi destaque negativo na temporada. Em agosto, foi afastado do grupo por problemas extracampo, mas foi reintegrado ao elenco pouco depois da chegada do técnico Guto Ferreira. Porém, um erro durante o clássico Atletiba, que culminou na vitória do rival, decretou seu afastamento em definitivo. Chegou em fevereiro, emprestado pelo Red Bull Bragantino, e encerrou a passagem com 32 jogos, sendo 17 como titular, nenhum gol e cinco assistências.

Atacantes

No ataque, seis jogadores não fazem mais pare dos planos do Coritiba: os gringos Adrian Martínez, Hernán Pérez e Pablo García; além de José Hugo, Léo Gamalho e Neilton.

Apesar de um bom desempenho no Brasileirão, com quatro gols em 24 jogos, Adrián Martínez não terá seu contrato renovado e já se despediu do clube. No total, foram 24 jogos, sendo dez como titular e 14 como reserva.

O paraguaio Hernán Pérez veio durante o período da janela internacional, no final de julho. Fez apenas dois jogos e tinha opção de renovar por mais uma temporada.

O uruguaio Pablo García chegou ao Alto da Glória em janeiro, emprestado pelo Nacional-URU. Não conseguiu espaço e disputou apenas seis jogos, sendo três como titular e três como reserva, sem gol marcado.

A saída mais emblemática foi do artilheiro Léo Gamalho. No total, foram 40 gols em 92 partidas, das quais foi titular em 78 oportunidades. Em 2022, apesar de ter perdido espaço na reta final do Brasileirão, o jogador terminou 2022 com a marca de 17 gols em 43 partidas.

Léo Gamalho, artilheiro do Coxa em 2021
Léo Gamalho, artilheiro do Coxa em 2021
Veja também:
Cuca responde se atacante que custou quase R$ 15 milhões pode sair do Athletico
Cuca responde se atacante que custou quase R$ 15 milhões pode sair do Athletico
Cuca transformou o Athletico em um time sério e muito competitivo
Cuca transformou o Athletico em um time sério e muito competitivo
Athletico 4 x 0 Cuiabá. Estaria nascendo o Furacão III? 
Athletico 4 x 0 Cuiabá. Estaria nascendo o Furacão III? 
Jogador detona árbitro de jogo do Flamengo: "Só fez cagada"
Jogador detona árbitro de jogo do Flamengo: "Só fez cagada"
participe da conversa
compartilhe
Encontrou algo errado na matéria?
Avise-nos
+ Notícias sobre Coritiba
Coritiba vence jogo-treino contra o Operário: veja como foi
Preparação

Coritiba vence jogo-treino contra o Operário: veja como foi

Tcheco leva ídolos de Coritiba e Paraná para motivar elenco e valorizar história
Divisão de Acesso

Tcheco leva ídolos de Coritiba e Paraná para motivar elenco e valorizar história

Coritiba tem superávit em 2023, mas valor cai em relação a 2022; veja detalhes
Finanças

Coritiba tem superávit em 2023, mas valor cai em relação a 2022; veja detalhes