Em decreto publicado nesta quarta-feira (6), a Prefeitura de Curitiba liberou eventos esportivos com 50% da ocupação de público. A apresentação de exame RT-PCR ou antígeno negativo segue como exigência, assim como a proibição da comercialização e consumo de alimentos e bebidas alcóolicas.

Desta forma, o Coritiba, que havia solicitado a flexibilização das restrições ao município, pode ter um importante reforço nas arquibancadas do Couto Pereira na partida contra o Cruzeiro, nesta sexta-feira (8), às 21h30, pela 29ª rodada da Série B. O campo, cuja capacidade liberada pelo Corpo de Bombeiros é de 40.502 torcedores, agora pode receber público de até 20.251.

Em teoria, o Athletico também pode se beneficiar da medida, mas o Conselho do clube se posicionou contra o retorno nas regras do decreto anterior.

Até então, a autorização municipal era para até cinco mil pessoas no estádio – ou 20% da capacidade do local. No retorno da torcida, em 25 de setembro, contra o Guarani, o Coxa recebeu apenas 1.391 sócios. Três dias depois, diante do Confiança, somente 830 torcedores assistiram ao duelo in loco.

A diretoria do Coxa, no entanto, pretendia que pessoas 100% vacinadas (com duas doses) não precisassem apresentar teste para entrar no estádio. Sem essa flexibilização, fica valendo o esquema anterior.

Ou seja, é preciso fazer um check-in no site do clube – com prioridade decorrente do tipo de plano e ordem de chegada –, agendar um exame de Covid-19 em laboratório de preferência ou em uma empresa parceira e depois repassar o resultado negativo.

Participe da conversa!
0