Novo auxiliar da comissão permanente do Coritiba, o ex-goleiro Júlio Sérgio teve uma passagem curta e discreta pelo clube ainda como jogador.

O então arqueiro foi contratado em dezembro de 2005 para ser o goleiro do Coxa na Série B do ano seguinte. Na época, ele tinha 27 anos e vinha de passagens por Juventude e Santos, onde conquistou os títulos brasileiros de 2002 e 2004.

No entanto, deixou o Alviverde no dia 5 de janeiro, 15 dias após ser apresentado, sem nenhuma explicação para a rescisão, e sem entrar em campo pela equipe.

Segundo o presidente do Coritiba na época, Giovani Gionédis, na avaliação médica, descobriu-se que o goleiro estava lesionado e por isso o vínculo foi rescindido.

Júlio Sérgio deixou o Coritiba rumo à Europa

Após a saída, ele acertou com o América-SP, onde atuou por dois jogos e deixou o clube descontente com a reserva, além de já existir uma possibilidade de atuar na Europa.

Neste período, Júlio Sérgio passava por um processo de cidadania italiana, já que seu avós vieram do país. Com tudo regularizado, ele passou por um período de testes na Roma, onde foi aprovado, defendendo o clube por sete anos.

Como auxiliar-técnico do Coxa, ele já comandou o treino da última segunda-feira (3) e assumirá interinamente a equipe diante do Goiás, na quarta-feira (06), às 20h30, no Couto Pereira, até que o novo técnico, Gustavo Morínigo seja oficializado.

Participe da conversa!
0