Na vitória sobre o Sampaio Corrêa, o técnico Gustavo Morínigo completou 33 jogos no comando do Coritiba. O treinador quebrou uma marca que não era superada desde Paulo César Carpegiani, que comandou o Coxa por 32 partidas entre 2016 e 2017.

Desde que estreou, em janeiro de 2021, o Alviverde fez 35 partidas, mas Morínigo perdeu dois jogos por Covid-19 durante o Brasileirão do ano passado. Nessas 35 partidas, o Coxa obteve 15 vitórias, 8 empates e 12 derrotas. Aproveitamento de 55,6%.

Veja a tabela da Série B e os próximos jogos do Coritiba!

De lá para cá, o Coxa foi um verdadeiro moedor de técnicos. Ao todo, foram dez treinadores entre fevereiro de 2017, quando Carpegiani caiu, até janeiro de 2021, quando Morínigo chegou. Uma média de quase três treinadores por temporada, sem contar os interinos.

São eles: Pachequinho, Marcelo Oliveira, Sandro Forner, Eduardo Bapstisa, Tcheco, Argel Fucks, Umberto Louzer, Jorginho (duas passagens), Eduardo Barroca e Rodrigo Santana.

Apesar do feito, Morínigo mantém os pés no chão. "É importante, mas na realidade não penso nisso. Eu penso no objetivo final, que é o que estamos lutando. É um objetivo de todos, jogadores e torcida. Nossos atletas tem condição", resumiu o técnico.

Participe da conversa!
0