Da Série D para a Série A em 67 dias. Essa foi a trajetória do atacante José Hugo, que estreou pelo Coritiba nesse domingo (15), no Couto Pereira, na vitória sobre o América-MG.

Titular no lugar do lesionado Igor Paixão, o jogador de 22 anos teve sua primeira experiência na elite do futebol brasileiro pouco mais de dois meses após fazer sua última partida pelo Azuriz, da quarta prateleira nacional.

"Deu tudo certo, estava trabalhando para receber essa oportunidade. Foi minha primeira partida na Série A, bem difícil porque jogava no Azuriz, da Série D, dei um salto. Então, é seguir trabalhando para continuar nesse patamar", comemorou o estreante, que ficou em campo por 64 minutos, substituído por Fabrício Daniel.

+ Confira a tabela do Brasileirão

No tempo que ficou em campo, José Hugo demonstrou personalidade, ainda mais diante do nível do desafio. Tocou 44 vezes na bola, venceu seis duelos individuais e sofreu três faltas. Por outro lado, perdeu a posse 17 vezes.

"Minha característica é do mano a mano, ir pra dentro, e não poderia fazer outra coisa a não ser mostrar quem sou. Quero seguir entrando, participando e ajudando a equipe", disse o atacante, que ganhou elogios do técnico Gustavo Morínigo.

"Fizemos um processo com ele, como fazemos com todos, para que estivesse seguro e dar o que estamos esperando dele. Vimos que poderia ajudar e estamos contentes que demonstrou que pode, sim. Entregou tudo que tinha", afirmou o comandante.

Leia Também:

Participe da conversa!
0