A liderança do Coritiba na Série B há sete rodadas trouxe um clima de confiança na torcida alviverde, mas a possibilidade de estar entre os quatro times que sobem para a primeira divisão não pode atrapalhar a sequência do campeonato. Pelo menos é o que prega o lateral-esquerdo Romário, antes da próxima partida da equipe no Brasileiro, diante do Vila Nova, na sexta-feira.

Provável substituto de Guilherme Biro, que cumprirá suspensão, o lateral prega a humildade no grupo para se manter focado no acesso.

"A humildade é crucial para alcançar os objetivos. Em todos os grupos por onde passei, quando obtive o acesso, mantivemos a humildade até a última rodada. É manter a tranquilidade, e deixar a euforia pro lado de fora, e manter o nosso foco", disse em entrevista à TV Coxa.

+ Coritiba com 92% de chances de acesso: veja a matemática da Série B

Contratado em fevereiro por empréstimo junto ao Santos, Romário disputou 20 jogos até agora, sendo 14 como titular e seis como reserva. Com Biro titular, a última vez que o jogador começou no 11 inicial foi diante do CSA, no dia 14 de agosto.

Romário tem no currículo três acessos: foi campeão da segunda divisão pelo Atlético-GO (2016), subiu com o Ceará (2017) e e com o Cuiabá (2020).

Romário lembra que o Coritiba teve problemas no primeiro semestre, quando foi eliminado precocemente no Campeonato Paranaense, mas que se encaixou e corrigiu a rota para a disputa da Série B.

"Não tem segredo, no futebol é trabalho. Se estamos na liderança é pelo trabalho e parceria que esse grupo adquiriu durante essa temporada. Não tivemos um primeiro semestre muito fácil, mas tivemos humildade de reconhecer e corrigir os nossos erros. Se você parar para pensar, a mesma equipe que foi eliminada no estadual é a mesma que está na liderança da Série B, que é muito mais difícil, a não ser o Henrique, que entrou na equipe", avaliou.

+ Veja a classificação e os próximos jogos do Coxa

O lateral destaca a formação do elenco, com a mescla de atletas jovens e experientes, e citou especialmente os pratas da casa, que têm se firmado na equipe.

"Um grupo vencedor não se forma do dia para a noite. As pessoas que fizeram essa equipe estão de parabéns, porque não é fácil buscar no mercado atletas experientes e vencedores. O Biro vem desenvolvendo um excelente campeonato, o Natanael também, e o (Igor) Paixão hoje é o nosso melhor jogador, e isso eles vêm adquirindo durante toda a temporada, juntamente com os mais velhos".

O Coxa vem de goleada sobre o Brusque, por 4 a 0, no Couto Pereira. Adversário desta sexta, o Vila Nova é o 15º colocado, com 26 pontos.

"O jogo contra o Brusque foi uma grande vitória. Acho que não só o clube mas o torcedor ficou satisfeito com o resultado. Mas temos que pregar a humildade, não tem nada resolvido. Temos 15 jogos, tem muita coisa para acontecer. E dentro de casa mandamos nós, independente do adversário, temos que fazer o nosso dever de casa", disse.

Coritiba e Vila Nova se enfrentam às 19h de sexta-feira (17), no Couto Pereira, pela 24ª rodada da Série B.

Participe da conversa!
0