O Coritiba fechou nesta quinta-feira (7) acordo para transmissão do Brasileirão em televisão fechada com a Globo até a temporada de 2024 – a informação foi divulgada pela própria emissora.

O Coxa, que ficou sem contrato após a rescisão da WarnerMedia (antiga Turner e dona do canal TNT), acertou junto com outros quatro times: Ceará, Fortaleza, Juventude e Santos. Agora, as partidas envolvendo essas equipes podem ser transmitidas pelo SporTV, que normalmente exibe dois jogos por rodada.

Athletico, Bahia e Palmeiras, por outro lado, não fecharam o mesmo contrato até o momento. O trio também era vinculado à Turner e participou das negociações coletivas com a emissora carioca.

Quanto vale o contrato?

Coritiba e os outros quatro times aderiram a um contrato idêntico a todos times de Série A vinculados à Globo. Ele têm 40% da verba dividida igualmente; 30% da verba distribuída de acordo com a colocação no campeonato; e 30% da verba proporcional ao número de jogos transmitidos.

De acordo com a empresa, "o objetivo é obter equilíbrio maior nos acordos, para que seja reduzida a distância entre os que recebem mais e os que recebem menos".

O acréscimo dos cinco clubes fará o "bolo" total da TV fechada saltar de R$ 300 milhões nesta temporada para cerca de R$ 425 milhões em 2022, já que a quantia é proporcional ao número de clubes contratados. Ou seja, o valor fixo da cota igualitária é de cerca R$ 8,5 milhões por clube.

Participe da conversa!
0