A Turner, dona dos canais TNT, anunciou nesta terça-feira (28) que desistiu de transmitir a Série A do Brasileirão a partir de 2022. Nesta temporada, a emissora segue transmitindo os jogos que detém os direitos.

Atualmente, a empresa do Grupo Warnermedia tem contrato de televisão para transmissão na TV fechada com sete times da Primeira Divisão. São eles: Athletico, Bahia, Ceará, Fortaleza, Juventude, Palmeiras e Santos.

Além deles, o Coritiba, que está na Série B, também reativaria o vínculo com a Turner em caso de retorno à Série A – mesmos casos de Guarani, Sampaio Corrêa e Ponte Preta.

O acordo das equipes com a Turner era até 2024, mas uma cláusula no contrato permite a rescisão sem multa já em 2022. A decisão já era esperada nos bastidores, após diversos entraves contratuais e de valores entre as equipes e a empresa norte-americana.

Desta forma, as equipes que têm contrato com a Turner ficam livres para negociar o seus direitos em TV fechada a partir do ano que vem. E com uma mudança importante, após a aprovação da Lei do Mandante, que passa a valer para clubes que não têm contrato firmado antes de 2021, quando a nova lei foi aprovada.

Com isso, Ceará, Fortaleza, Athletico, Palmeiras, Santos, Bahia e Juventude, e o Coritiba (caso confirme o acesso), poderão transmitir os seus jogos por conta própria, caso não fechem contrato de exclusividade com nenhuma outra emissora.

Já os clubes que tem contrato integral com a Globo, só vão poder usufruir da Lei do Mandante a partir de 2024, quando encerra o contrato atual de transmissão do Brasileirão com a emissora carioca.

"A decisão, amparada pela cláusula de saída prevista em contrato, foi tomada porque a oferta de transmissão fragmentada do Campeonato Brasileiro de Futebol não permite à companhia proporcionar uma experiência integral aos seus assinantes. Com venda pulverizada para a TV aberta e outras plataformas, além de outros fatores limitantes como falta de jogos exclusivos e os blackouts, o modelo atual não é sustentável para a companhia", diz a nota da TNT.

Participe da conversa!
0