Em contextos diferentes, os goleiros Bento, do Athletico, e Rafael William, do Coritiba, foram os principais personagens do Atletiba deste domingo (19), no Couto Pereira. Com gol de pênalti de Khellven, o Furacão venceu por 1 a 0.

Muito exigido, camisa 1 atleticano foi decisivo para conter o ataque do Coxa, com defesas importantes durante todo o clássico. Foram ao menos quatro defesas capitais no duelo: duas vezes parando Alef Manga no um contra um, além de duas cabeçadas de Luciano Castán e Adrián Martínez, no segundo tempo.

"Temos que destacar o grande goleiro que nós temos [Bento]. Espetacular no jogo de hoje", elogiou o atacante Pablo.

Aos 23 anos, Bento já tem 44 jogos pelo Athletico. Mas ele assumiu a titularidade somente nessa temporada, após o goleiro Santos se transferir para o Flamengo. Um histórico bem diferente de Rafael William, de 20 anos, que estreou pelo Coritiba neste ano e soma só quatro jogos pelo clube.

+ Veja a tabela completa do Brasileirão

E o goleiro de 1,97 m entrou em campo na fogueira. O titular até então era o veterano Alex Muralha, que foi barrado pelo técnico Gustavo Morínigo após falha na última rodada, contra o Bragantino.

Com Muralha fora até do banco, Rafael entrou pressionado para não errar no Atletiba, justamente no pior momento do Coxa na temporada. Ele fazia partida segura, defendendo apenas um chute difícil de Cuello no primeiro tempo, até cometer o pênalti que transformou, nos acréscimos, um empate certo na vitória do rival.

Bola cruzada na área, e o camisa 21 acertou o rosto de Vitor Roque com o braço. Na cobrança da penalidade máxima, foi deslocado por Khellven e não evitou a vitória atleticana no Couto, a primeira após 17 anos no Brasileirão.

"Rafael tem uma personalidade boa, um cara que trabalha, inteligente, então acho que não vamos ter problemas. O jogo é tomadas de decisão. Nas dele, foi bem, deu segurança ao time. Acho que não foi penal. O que acontece no futebol é parte do crescimento. Acho que não foi culpa dele, então estamos tranquilos", minimizou Morínigo.

Participe da conversa!
0