Neste sábado (25), quando o Coritiba entrar em campo, às 21h, contra o Guarani, time e torcida vão matar uma saudades que já dura quase um ano e meio. Depois de 581 dias, enfim o Coxa jogará no Couto Pereira com o apoio de seus torcedores.

A última vez que o Alviverde mandou uma partida com público foi no dia 21 de fevereiro de 2020, quando venceu o Cianorte por 2 a 0. Depois, fez mais dois jogos com estádios liberados para as torcidas - contra o Toledo, no 14 de Dezembro, e contra o PSTC, no Ubirajara Medeiros.

Na sequência, quando voltou para o Couto Pereira, justamente para um clássico Atletiba, ao qual goleou por 4 a 0, a pandemia já estava ficando em alta e todas os confrontos daquela rodada foram com portões fechados. Dois dias depois, o Campeonato Paranaense foi paralisado, voltando somente quatro meses depois.

Daquele time que jogou na vitória sobre o Leão do Vale, apenas três jogadores seguem no elenco: o goleiro Alex Muralha, o volante Matheus Sales e o meia Rafinha, que marcou um dos gols (o outro foi de Robson).

Rafinha em ação em Coritiba x Cianorte no Couto Pereira
Rafinha é um dos poucos remanescentes do último jogo do Coxa em casa com torcida.| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois Esportes

Couto Pereira voltará a ter torcida em duelo decisivo

Agora, seguindo todos os protocolos liberados pela prefeitura de Curitiba, cinco mil pessoas estarão no Couto. Um número relativamente pequeno em relação à capacidade do Couto Pereira, que atualmente é de 40.502 pessoas. Ou seja, 12,3% do total estará liberado. No entanto, naquele duelo contra o Cianorte, o público foi de 6.213 pagantes.

De qualquer forma, já será o suficiente para o estádio voltar a ter uma nova cara em dias de jogos e dar ainda mais força para o Coritiba, ainda mais em um confronto quase direto. O Bugre é o quinto colocado, com 41 pontos. Se o Coxa ganhar, pode terminar a 26ª rodada com 11 pontos de vantagem no G4, encaminhando ainda mais a volta à elite.

Participe da conversa!
0