Na reta final da Série B, além da disputa pelo acesso, o Coritiba tenta conquistar o título da competição. Embora tenha perdido a liderança após 17 rodadas após a derrota para o Náutico, no sábado (6), e o foco principal seja retornar à elite, ser campeão da segunda divisão pode valer um calendário mais enxuto e uma maior visibilidade na Copa do Brasil de 2022.

Isto porque o campeão da Série B garante automaticamente uma vaga na terceira fase do torneio mata-mata, sem a necessidade de disputar as duas primeiras fases, que são em jogo único.

+ Confira a classificação completa da Série B e os próximos jogos do Coritiba

A Copa do Brasil tem, no total, 92 clubes participantes. Em 2022, serão 12 vagas divididas para os nove clubes classificados para a Libertadores do ano que vem e os campeões da Copa do Nordeste (Bahia), Copa Verde e da Série B de 2021. Todos eles pulam as duas primeiras fases.

70 vagas para os clubes classificados nas competições estaduais de 2021 - cada estado tem um número de vagas, definidas em próprios critérios -, excluídos os 12 que entram direto na terceira fase.

Por fim, dez vagas são destinadas via ranking da CBF. Atualmente, o Coxa entra neste critério, por ter ficado de fora das quatro primeiras posições no Campeonato Paranaense - número de vagas que a Federação Paranaense de Futebol tem direito, além dos que se classificam via Libertadores, Série B e ranking.

O Alviverde é o 26º colocado no ranking e pegaria o sétimo lugar entre as dez vagas deste critério.

Ou seja, o clube está garantido na Copa do Brasil do ano que vem, independentemente da posição final na Série B. Mas o título o faria ter uma folga de duas datas no calendário e entrar só mais à frente no torneio.

Participe da conversa!
0