Baralho adaptado. Imagem: Divulgação BSOP

Uma iniciativa no Desafio dos Atletas, torneio de poker que ocorreu entre quinta-feira e sexta-feira (25), no BSOP Millions, em São Paulo, chamou atenção. Pela primeira vez em um torneio de grande porte foi utilizado um baralho adaptado para cegos, em uma competição que envolveu atletas e ex-atletas olímpicos e paralímpicos.

Siga o Resenha do Poker no Facebook

No torneio, que teve 14 participantes, o título ficou com Maurren Maggi, medalha de ouro no salto em distância na Olimpíada de Pequim, em 2008. O segundo lugar foi do paratleta Yohansson Nascimento, velocista que possui cinco medalhas paralímpicas.

Porém, no meio dessa confraternização entre os atletas,  o baralho adaptado foi mutio comentado. O ex-atleta Mizael, do futebol de 5, e hoje vice-presidente do Cômite Paralímpico Brasileiro, foi um dos responsáveis pela produção do baralho, que tem o naipe e a carta marcado em braille, em um trabalho que vem sendo feito há anos.

A ideia foi difícil de confeccionar já que normalmente o braille é furado nas superfícieis, o que prejudicaria o baralho. A solução foi utilizar uma impressão com uma resina.

“Na primeira experiência a máquina era muito quente e deformou a carta.Daí a gente veio testando e surgiu a ideia de deixar no molde apenas a extremidade em que vão ser colocados os pontos. Deu certo, o baralho ficou perfeito e a gente pode jogar com autonomia”, comemorou Mizael, em entrevista ao portal Super Poker.

Os três finalistas do Desafio dos Atletas 2016: Yohansson Nascimento, Maurren Maggi e Verônica Hipólito. Imagem: Divulgação BSOP.

 

Novidades

Quer receber antes de todo mundo as novidades do Resenha do Poker? Mande um e-mail para robsonm@gazetadopovo.com.br.

LEIA MAIS
Range de mãos: aprenda de uma vez quando aumentar ou desistir no poker
Luxemburgo, Fogaça e Paulo Rink são estrelas em torneio de poker
Entenda por que a prática do poker não é crime no Brasil
Elas também jogam poker. E bem!
Confira quem se destacou na passagem da maior marca do poker pelo Brasil

Participe da conversa!
0