Com uma atuação consistente, o Athletico dominou por completo o América de Cali. A vitória por 4 a 1, na noite desta terça-feira (20), na Arena da Baixada, colocou o Furacão nas quartas de final da Sul-Americana. O Rubro-Negro já havia vencido na Colômbia por 1 a 0.

O próximo adversário é a LDU, do Equador, que eliminou o Grêmio. O primeiro jogo é em Quito, na altitude de 2.850 metros, na semana do dia 12 de agosto. O zagueiro Thiago Heleno é desfalque certo, que por causa de uma predisposição genética, não atua em jogos na altitude. A volta, na Baixada, será na semana do dia 18 de agosto.

Veja a tabela da Sul-Americana!

O Furacão foi comandado pela dupla Terans e Nikão. O uruguaio encaixou como uma luva no time de António Oliveira e já pode ser considerado a melhor contratação do clube na temporada. Era o parceiro que faltava para Nikão no meio de campo, desde a saída de Bruno Guimarães. Os dois, juntos, colocam o Athletico como candidato real ao bicampeonato da Sul-Americana.

O time colombiano, sem confiar na classificação, entrou em campo com o time reserva. E foi dominado. O primeiro gol saiu de uma jogadaça de Nikão, que tabelou com Terans, e tocou para Vitinho só empurrar para as redes aos 25 minutos do primeiro tempo.

Veja como foi o lance a lance de Athletico x América de Cali!

Mas a partida também mostrou um ponto fraco - e grave. Falta ao Furacão um camisa 9 que coloque a bola para dentro. Matheus Babi foi servido de todas as formas. Pelos pés, pelo alto. E falhou demais.

O jogador mais caro da história do Athletico não consegue justificar os 10 milhões pagos por ele. O reserva, Renato Kayzer, também é imprevisível. E chances perdidas em jogos decisivos custam torneios mata-mata.

A prova aconteceu no segundo tempo. Já em “banho-maria”, acentuada após a expulsão do zagueiro Kevin Andrade, o Athletico sofreu o empate em um pênalti marcado pelo VAR. Adrian Ramos cobrou forte, no alto, e deixou tudo igual aos 24 minutos.

Mas para a salvação de Babi, Vitinho resolveu no minuto seguinte e voltou a colocar o Rubro-Negro na frente. Logo na sequência, Terans quase fez um golaço após dar um chapéu no zagueiro. Aos 32 minutos do segundo tempo, o gol que deu tranquilidade no pênalti batido por Nikão. 3 a 1. E aos 51 minutos, Fernando Canesin fez um golaço de fora da área, com um chute na gaveta.

Como premiação, o Athletico leva para casa a premiação de US$ 600 mil (R$ 3 milhões na cotação atual). O próximo jogo é pelo Brasileirão, no domingo (25), às 18h15. Mas como o foco do clube é o confronto contra o Atlético-GO, pela Copa do Brasil, no meio da próxima semana, devemos ver um time modificado contra os gaúchos.

Participe da conversa!
0