Após a assinatura da Medida Provisória 984, uma reviravolta envolvendo a os direitos de transmissão da Série A parece em curso, como informou A Gazeta do Povo. A possibilidade de transmitir uma quantidade maior de jogos do Campeonato Brasileiro e o movimento feito pelos oito clubes com os quais Turner mantém contrato teria mexido com a estratégia da multinacional americana.

Athletico, Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos foram à presidência da República e chamam a atenção para o quão vantajoso pode ser o contrato que entrou em vigor no ano passado. Com a MP assinada por Jair Bolsonaro após apelos do Flamengo, o mandante de um jogo de futebol passou a ter total direito de negociação de suas partidas, independentemente do adversário.

Com isso, além de poder mostrar jogos dessas oito equipes quando receberem Flamengo, Corinthians e Grêmio, por exemplo, a Turner passaria a ter muito mais. Dos 52 cotejos possíveis ela passaria a escolher para seus canais, TNT e Space, 76 partidas de um lista com 152 opções, contando com clubes que têm contrato com a Globo. Ficou bem mais interessante, afinal, aí poderão entrar duelos como Santos x Corinthians, Flamengo x Palmeiras, Grêmio x São Paulo, Athletico x Atlético e o Grenal!

Todas as colunas do Mauro Cezar Pereira; acesse!

Contudo, nos bastidores há muita movimentação e não deverá ser fácil aprovar a MP no Congresso para que ela se transforme em lei. Nos bastidores, o que se comenta é que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, não estaria inclinado a colocar em votação a Medida Provisória 984, também chamada de "MP do Flamengo". Clubes vêm tentando uma audiência com ele há semanas, sem sucesso.

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ)| Câmara dos Deputados

"Não há previsão de pauta. O cenário atual é esse. O cenário mais provável que aponto é a construção de um acordo para agilizar a tramitação de uma Lei específica sobre o assunto ou mesmo a Nova Lei Geral do Esporte", analisa Vicente Pithon, Consultor Legislativo do Senado. Vale lembrar que a aprovação da MP não é algo que interesse à Globo. "Muita água, e negociação, vão passar debaixo dessa ponte", acrescenta.

>> "Brasil x Argentina, 1990: contra volantes e zagueiros, a vitória da paciência e da fé em Maradona"

Participe da conversa!
0