Com 34 anos, José Aldo já foi um dos maiores atletas de MMA do mundo e segue entre os principais lutadores da categoria peso-galo. Sétimo do ranking, o manauara teve a oportunidade pelo cinturão em julho, mas acabou sendo nocauteado pelo russo Petr Yan.

Antes do combate pelo título, o Scarface já havia sido derrotado por Marlon Moraes e Alexander Volkanovski. Com três tropeços consecutivos, a pressão aumenta para cima do brasileiro para a luta contra o equatoriano Marlon Vera, que chega embalado por um nocaute surpreendente contra Sean O'Malley.

Para esse novo compromisso, Aldo garante estar mais focado e completo. "A gente voltou a ser um atleta de MMA. Acho que nas últimas lutas eu vinha esquecendo esse lance, só queria kickboxing, e agora a gente deu prioridade em tudo", disse o ex-campeão ao Combate.com.

Além do manauara, o Brasil contará com mais três representantes: Antonio Arroyo, Taila Santos e Marlon Moraes.

Participe da conversa!
0