O costarriquenho Bryan Ruiz está prestes a reforçar o Santos no Brasileirão. O meia de 32 anos, que estava no Sporting, de Portugual, chega ao campeonato logo após disputar a Copa do Mundo 2018 pela seleção da América Central.

O Peixe também tenta a contratação do meio-campista Carlos Sánchez, que defendeu o Uruguai até as quartas de final na Rússia.

Atualmente no Monterrey, do México, o jogador pode ser mais um estrangeiro a desembarcar no Brasil depois do Mundial.

Listamos dez jogadores que disputaram a Copa do Mundo e poderiam reforçar seu time na Série A:

Foto: Giuseppe CACACE – AFP

Celso Borges — 30 anos

Filho do técnico brasileiro Alexandre Guimarães, o volante joga no espanhol La Coruña desde 2015. Como o clube foi rebaixado na última temporada, a saída poderia ser facilitada. Se destaca no jogo aéreo e no arremate de longa distância.

Foto: JORGE GUERRERO – AFP

Gastón Silva — 24 anos

O defensor uruguaio do Independiente, da Argentina, não jogou nenhum minuto na Rússia. Ainda assim, pode ser bom reforço para os times do Brasileirão. Polivalente, joga tanto de zagueiro central, quanto nas laterais esquerda ou direita.

Foto: HECTOR RETAMAL AFP

Guillermo Ochoa — 32 anos

Número 1 da seleção mexicana desde a Copa de 2014, Ochoa fez mais um Mundial de destaque, especialmente na vitória sobre a Alemanha. É mais complicado apostar em um arqueiro da sua idade, mas certamente a investida teria retorno técnico. Tratar com o Standard Liège, da Bélgica.

Jonathan Campos – Gazeta do Povo

Javier Chicharito Hernández — 30

Estrela do México, o atacante do inglês West Ham foi sondado pelo Flamengo no passado. Após uma temporada discreta na Premier League — e apenas um gol em quatro partidas na Rússia –, é uma boa pedida por empréstimo. O problema é arcar com o alto salário do goleador.

Foto: HECTOR RETAMAL – AFP

Jefferson Farfán — 33 anos

O atacante peruano do Lokomotiv Moscou, da Rússia, é acima da média quando bem fisicamente.  Pode atuar como centroavante, mas também joga pelos lados, preferencialmente pela direita. É um jogador caro, mas que ainda poderia retribuir com boas atuações no Brasileirão.

Foto: Johannes EISELE – AFP

Joel Campbell — 26 anos

Considerado uma promessa da Costa Rica, o atacante não evoluiu como se esperava. Mesmo assim, sua velocidade e bom nível técnico poderia fazer estrago nos gramados brasileiros jogando pela ponta direita.

Campbell já foi emprestado seis vezes pelo Arsenal, seu clube, a meia dúzia de times europeus desde 2011. Por que não tentar a sorte no Brasileirão, então?

Foto: HECTOR RETAMAL – AFP

Keisuke Honda — 32 anos

O veterano japonês deixou o Pachuca, do México, após ótima temporada. Meia com qualidade no passe e também nas bolas paradas, Honda fez 13 gols e deu oito assistências em 36 jogos — 30 como titular. Caberia em qualquer time do Brasileirão.

Foto: Jonathan Campos – Gazeta do Povo

Óscar Duarte — 29 anos

Zagueiro do Espanyol, de Barcelona, o costarriquenho foi um dos pilares de sua seleção em mais um Mundial. No futebol europeu desde 2013, Duarte tem qualidade para ser titular em grande parte das equipes do Brasileirão.

Foto: JORGE GUERRERO – AFP

Pedro Gallese — 28 anos

Titular do Peru na Copa do Mundo, o arqueiro de 1,89 m voltou da Rússia com boas atuações, apesar da eliminação de sua seleção na primeira fase. Quem precisar de um goleiro com é só bater na porta do Veracruz, do México.

Foto: FRANCK FIFE – AFP

Thiago Cionek — 32 anos

Marcado por um gol contra na derrota da Polônia para Senegal, o curitibano naturalizado está na mira do Atlético-PR. O zagueiro de 1,83 m atualmente defende o SPAL, da Itália. Cionek joga no futebol europeu desde 2007. Curiosidade: é torcedor do Paraná Clube.

Participe da conversa!
0