Quando a bola entra, todo o resto é tratado com irrelevância. Explica-se, assim, a decadência do futebol brasileiro. A suspensão do Coritiba pela FIFA, tendo como causa a dívida com Ezequiel Cerutti, teria mais repercussão pública se a bola não estivesse entrando.

A diretoria de Juarez Moraes e Silva está se protegendo com resultados. Quando o jogo termina, seus integrantes deixam de ser dirigentes, transformando-se em cartolas, com os mesmos vícios e defeitos dos antigos.

+ Confira a tabela do Brasileirão

A suspensão pela FIFA só ocorre depois de um longo processo. O Coritiba tinha tempo e a diretoria crédito e dinheiro para pagar o valor de R$ 400 mil, que é irrisório diante do dinheiro que circula no futebol.

E R$ 400 mil, o subsidiado empresário Mauricio Gulin, seu vice-presidente, sabe bem desse fato. Antes de entrar com o pedido judicial, o clube recebeu R$ 30 milhões da XP. A suspensão do Coritiba não pode ser encerrada com o comodismo enganoso de Juarez Moraes e Silva e Mauricio Gulin de que “o clube já solicitou na Justiça o pagamento do débito”.

As coisas não são tão simples assim. Após o deferimento do pedido de Recuperação Judicial, todas as dívidas, inclusive as que estão consolidadas nos tribunais arbitrais (CBF e FIFA), são equiparadas a qualquer outra.

Não há diferença entre credor estrangeiro e nacional, está na lei. Isso quer dizer que para preservar o tratamento justo e igual aos credores, a Magistrada do processo de Recuperação Judicial não poderá autorizar o pagamento pelo Coritiba FC sob o argumento de que não pode contratar e registrar jogadores. Aliás, nem é mais legitimo para isso, pois cedeu todos os direitos para a Sociedade Anônima. Hoje quem joga é o Coritiba S/A.

O clube não poderia ter entrado com a Recuperação Judicial antes do pagamento das dívidas que originaram a decisão de suspensão do clube. E parece que não é a única. Bem por isso, Ronaldo Fenômeno, fora da previsão contratual, teve que adiantar R$ 20 milhões para levantar a suspensão do Cruzeiro na FIFA, antes do seu clube entrar com pedido de recuperação.

Participe da conversa!
0