Foto de perfil de Augusto Mafuz

Augusto Mafuz

Ver mais
Opinião

Para dar um golpe no Paraná, Leonardo Oliveira se fez de covarde

Leonardo Oliveira pediu renúncia.
Leonardo Oliveira pediu renúncia.| Foto: Arquivo/Gazeta do Povo
  • PorAugusto Mafuz
  • 20/01/2021 13:27

A renúncia, às vezes, tem um sentido nobre, como o do desapego e da libertação, pois, não querer é poder, escreve Fernando Pessoa. Mas há renuncia que tem outro sentido: uma aparente covardia que é usada como instrumento de um golpe.

Esse é o único sentido que se pode dar à renúncia de Leonardo Oliveira, da presidência do Paraná. Entendo que a renúncia é um golpe e só possível para aqueles que não têm nenhum constrangimento de se apresentarem como covardes.

No caso, Leonardo usa a renúncia para criar um instrumento de permanência no comando do Paraná, através do exercício da função de interventor judicial.

Ficará desconfortável perante a opinião pública e para a Justiça do Trabalho como instituição, se o irrepreensível magistrado federal José Wally Gonzaga Neto manter como seu representante, alguém como Leonardo, que dilapidou uma instituição cujos fins são de natureza social.

A simples renúncia de Leonardo não é o bastante para o Paraná iniciar uma nova vida. O novo Conselho Deliberativo, cuja maioria é de integrantes da Torcida Organizada Fúria Independente, tem a obrigação de tomar providências: eleger um presidente capaz de recuperar financeira, técnica e moralmente o Paraná, e adotar providências judiciais para apurar a responsabilidade de Leonardo Oliveira, Casinha, Benedito Barbosa, e todos aqueles que diretamente estiveram envolvidos com a administração renunciante, que foram derrotados na eleição do Conselho Deliberativo.

Não conheço mais os paranistas da velha cepa. Dos novos, talvez, a solução esteja em um convite a João Carvalho, o João Quitéria. Sério, inteligente, empresário criador, talvez,  seja o único a poder agregar um grupo que venha a iniciar a salvação do Paraná.

Participe da conversa!
0

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.