A matemática que separa o Coritiba da Libertadores parece mais complicada do que na verdade é. O ponto crucial de toda a engenharia necessária para levar o campeão paranaense à disputa do torneio internacional é somar pontos. Desde que derrote o Avaí neste fim de semana, no Couto Pereira, e o rival Atlético na Baixada, semana que vem, o Glorioso pode sonhar alto. Claro que o Coxa não depende apenas de suas forças, mas a tabela dos adversários é desafiante o suficiente para animar os torcedores. As combinações de resultado são diversas, mas podemos imaginar pelo menos um cenário que deixasse brilhando os olhos dos alviverdes. Na mira coxa-branca estarão Botafogo, São Paulo, Flamengo, Figueirense e Internacional. Fiz algumas correções apontadas pelos internautas no texto original, como segue:

37.ª rodada*
Palmeiras x São Paulo – bastaria o Tricolor empatar o clássico que estaria fora da briga com o Alviverde paranaense

Figueirense x Corinthians – coxa-branca tem de ser Timão desde pequeno nessa rodada

Atlético-MG x Botafogo – como vários torcedores destacaram, basta o Galo arrancar o empate do Fogão para ajudar o Coritiba

Flamengo x Internacional – empate é ruim, pois deixa ambos com chance de chegar a 61 pontos no torneio após a última rodada (o Coxa só chegaria a 60 e daria adeus à Libertadores). Se houver um vencedor, o time derrotado deixa de ser uma pedra no sapato do Coritiba, pois mesmo ganhando na 38.ª rodada ficaria em desvantagem em relação ao Alviverde no número de vitórias

O que precisaria ocorrer na 38.ª rodada?
Vencendo o clássico Atletiba, o Coxa garantiria a vaga na Pré-Libertadores – como tem o atual campeão (Santos), o Brasil terá duas equipes na primeira fase da competição internacional.

Confira também as contas feitas pelo jornalista Leonardo Mendes Júnior

* É bom reforçar: esse cenário leva em conta duas vitórias do Coritiba no restante da competição!

Participe da conversa!
0