colunas e Blogs
Arquibancada Virtual
Arquibancada Virtual

Arquibancada Virtual

Arquibancada Virtual

Jornalismo

Por
Redação
10/01/2012 02:41 - Atualizado: 27/09/2023 15:53

Em tempos de discussão sobre o futuro dos jornais, basicamente por causa do crescimento da internet e a produção de conteúdo gratuito aos leitores, o Atlético presta um razoável serviço à imprensa – sem ironia.

Desde o início da gestão de Mario Celso Petraglia, o clube parece apostar no seu departamento de comunicação. Basta ver o site oficial rubro-negro. São notícias diárias sobre o time, com o deleite de áudio e vídeo em alguns casos.

A ideia, ninguém duvida, é transformar o canal virtual em uma ferramenta importante para o Furacão informar seu ávido público. Em um curto prazo, com otimismo, pode-se dizer que a página será até uma fonte de renda.

Nem mesmo o fato de a administração MCP transformar o veículo em um Pravda – periódico russo que nos tempos de comunismo servia como órgão do poder soviético – é atenuante para essa análise otimista sobre a ajuda imensurável trazida pelo atleticoparanaense.com.

A queda de braço entre o relato oficial, como indica ser o trabalho no Atlético, e o jornalismo sempre teve o mesmo vencedor. E olha que a batalha já foi travada com monarquias, ditadores, tiranos… Em todos os casos as limitações para trabalhar serviram de combustível à sagacidade.

E a comparação com o diário moscovita não é exagerada. Basicamente, a reportagem do clube tem o domínio das informações. Filtra os fatos e oferece o que lhe é conveniente – sem compromisso editorial ou análise crítica. Alguém viu, por exemplo, a notícia sobre o atraso de Guerrón e Manoel na reapresentação do elenco?

Tem mais: sabe quem são os reforços de 2012? Quem será dispensado? Onde o clube vai jogar? É a doutrina do “eu sei o que você deve ler”. Algo surpree­­ndente na teoria da gestão Petra­­glia. Seus fãs, certa vez, fizeram uma cartilha citando ideias de Fernando Pessoa, Mahatma Ghan­­di, Goethe, George Orwell e Friedrich Nietzsche. Nada mais contraditório.

Desde o início da temporada, não houve uma abertura para as empresas tradicionais de mídia entrevistarem atletas e acompanharem os treinos. Porém, no es­­paço do Atlético, por exemplo, há alguns relatos do dia a dia dos atletas.

Em um deles, ainda só para ilustrar, conta-se que o técnico Car­­rasco fez um trabalho co­­le­­tivo com bola. Basta acessar o registro para o espanto: ne­­nhuma mísera linha sobre o es­­boço de time titular montando pelo treinador uruguaio.

Nota-se existir um trabalho sem independência, algo que não vai satisfazer plenamente seu público – por maior ou, quem sabe, menos escolarizado que esse seja. E quem ganhará com isso? Justamente aqueles que o Atlético parece tratar como indesejáveis ou, por mais ridículo que possa parecer, adversários comerciais.

Sim, claro, haverá quem esbraveje: “É uma forma de combater a impressa corruptível, mentirosa, suja”. O discurso generalista está pronto. Basta então fazer algo melhor. Você escolhe enquanto isso.

Veja também:
Grêmio x Cuiabá: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Grêmio x Cuiabá: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Fluminense x Vasco: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Fluminense x Vasco: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Mercado da bola: veja as novidades desta sexta-feira (19)
Mercado da bola: veja as novidades desta sexta-feira (19)
Atlético-MG x Cruzeiro: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Atlético-MG x Cruzeiro: escalações prováveis, como assistir, data e horário
participe da conversa
compartilhe
Encontrou algo errado na matéria?
Avise-nos
+ Notícias sobre Arquibancada Virtual
O Nikão do Athletico. Desfrutem enquanto é tempo
Crônica

O Nikão do Athletico. Desfrutem enquanto é tempo

Libertad x Santos AO VIVO: como assistir ao jogo na TV
Transmissão

Libertad x Santos AO VIVO: como assistir ao jogo na TV

Barcelona x Fluminense AO VIVO: como assistir ao jogo na TV
Transmissão

Barcelona x Fluminense AO VIVO: como assistir ao jogo na TV