O técnico António Oliveira, do Athletico, saiu em defesa do atacante Carlos Eduardo após o pênalti cometido em cima de Willian Gomes, que culminou no empate do FC Cascavel.

O Furacão vencia o jogo com gol nos acréscimos de Erick, mas Robinho cobrou e deixou tudo igual, 1 a 1, na tarde desta quarta-feira (1), na Arena da Baixada, pelas semifinais do Paranaense.

"São erros que existem no futebol. Cabe a nós também aprendermos com eles, crescer e evoluir. Nunca na minha vida vou apontar um dedo a qualquer jogador meu, porque essa é minha forma de ser e de estar na vida e no futebol. Vou, com todas as minhas forças, ajudá-lo, porque essa é uma das minhas funções enquanto treinador", defendeu Oliveira em entrevista coletiva.

+ Tudo sobre o Campeonato Paranaense

Carlos Eduardo vem sendo bastante criticado por conta de suas atuações irregulares. Diante do FC Cascavel, mesmo com o Athletico com um time praticamente reserva, o atacante ficou no banco, entrando apenas no intervalo na vaga de Jáderson.

O treinador atleticano ainda analisou o empate e disse que o Furacão não teve uma boa atuação no primeiro tempo. Segundo Oliveira, o adversário montou uma estratégia que dificultou o Athletico no jogo, mas acredita que a vaga está em aberto.

"Foi um jogo em que praticamente jogamos 45 minutos fora. Tivemos algumas ações técnica individuais, pouco ataque na última linha do adversário. Na segunda etapa, ratificamos. Praticamente o adversário não chegou ao nosso gol. Naturalmente, por um erro nosso, acabamos por sofrer um pênalti. E o treinador não consegue controlar", declarou.

"O adversário montou sua estratégia e bem, e o Athletico teve uma melhoria no segundo tempo. Evidente que não era o empate que queríamos, mas a eliminatória está aberta", completou.

As equipes decidem a vaga então na próxima na quarta-feira (8), às 15h20, no Estádio Olímpico Regional, em Cascavel. Quem vencer lá, passa. Como o gol fora não é critério de desempate, novo empate leva o jogo direto para os pênaltis. O outro finalista já está decidido: é o Londrina.

Antes do Paranaense, o Furacão encara o Sport no domingo (5), às 18h15, pela 19ª rodada do Brasileirão, em busca da reabilitação.

Erick comenta rendimento do time contra o FC Cascavel

| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois Esportes

O volante Erick, autor do gol, viu o Athletico abaixo do rendimento no empate contra o FC Cascavel. Mesmo assim, o jogador confia na reação e na classificação na partida de volta.

"Acho que a partida demonstra, que não fomos merecedores da vitória. Fizemos uma partida muito abaixo. Nosso rendimento foi muito abaixo. Não conseguimos agredir a defesa deles, não movimentamos o tanto que poderia para conseguir furar a defesa. O gol só nos pune pelo jogo que fizemos. Vamos tentar recuperar no jogo do Brasileiro", afirmou em entrevista à Rede Massa.

"Com o empate, a gente leva o resultado para lá. Não é o que a gente queria. Vamos concentrar e descansar, porque domingo já tem outro jogo importante para voltarmos a vencer e, para a próxima quarta-feira, para buscar a classificação e consequentemente sermos campeões do Paranaense", finalizou.

Participe da conversa!
0